Australia … começou como um sonho e hoje virou casa!

Renata na AustraliaQuem diria que o sonho de estudar e viver por 1 ano na Australia como estudante, iria se transformar em casamento! Foi assim que Renata atravessou o mundo para realizar um sonho e sem querer encontrou o amor… 3 anos e meio depois, o sonho virou casa! Conheça a história dessa carioca que vive em Brisbane…

– Nome:
Renata Calixto

– Onde nasceu e cresceu?
Rio de Janeiro.

Em que país e cidade você mora?
Brisbane, Australia.

– Você mora sozinho ou com sua familia?
Moro com o meu noivo (hoje marido).
Renata na Australia
Renata, Luke (marido) e o sogro.

– Há quanto tempo você reside nesse local?
Nesta casa, moramos já tem um ano e meio, mas de Australia, já tenho três anos e meio.

– Já residiu em outro(s) país(es) antes dessa experiencia?
Nao. Mas vontade nao falta.

– Qual sua idade?
24 anos.

– Quando surgiu a idéia de residir no exterior?
Desde de pequena eu sempre tive um interesse muito grande em outras linguas. Com isso, aprendi inglês muito facilmente e quando completei o Ensino Medio senti uma vontade de vivenciar a lingua mais ativamente.
Inicialmente, eu queria ir para o Canada (um dia….), mas acabei optando pela Australia pela semelhança com o Brasil em alguns fatores. (Ex: o clima)

– Foi difícil conseguir o visto de residência ou o visto de trabalho?
Meu primeiro visto foi de estudante, no qual permaneci até o ano passado. E não foi difícil de conseguir.
Na época, eu apliquei o visto através da Just Intercambios, e você tinha que enviar o passaporte com toda a documentação para a Embaixada em Brasilia.
Aparentemente, hoje o processo já não é mais esse.

Atualmente, eu apliquei para o visto de Residência Permanente através do meu noivo (hoje marido). Eu apliquei em Julho do ano passado, mas o tempo de espera hoje em dia é de até 14 meses pra receber uma resposta.

– Você tem seguro saúde? Foi difícil obtê-lo antes ou depois da sua chegada?
Atualmente, eu tenho o Medicare, que é o sistema de saude público da Australia. Mas, na época que eu vim, como eu era estudante eu não tinha direito a esse seguro, então tive que comprar um seguro privado.
Hoje em dia, o mais famoso e recomendado é o Medibank.

– Você trabalha? Como a renda familiar é obtida? 
Atualmente trabalho com Hospitalidade, mais especificamente como Atendente de Cafes.
Meu noivo é o cabeca da casa, no momento.

– Se a resposta anterior foi sim, você mudou de área depois da saída do Brasil ou continua no mesmo setor?
Sim, eu mudei de area.
No Brasil, eu trabalhava com Administração, quando cheguei na Australia comecei a trabalhar com Hospitalidade, consegui emprego no meu segundo mês aqui.

– Você fala a língua local? Você acredita que é importante aprender a língua local?
Sim, eu falo a lingua local, o chamado australianes. rs
Considero de vital importência você falar a lingua do país em que vive. Além de você se sentir parte da comunidade, o dia-a-dia no país se torna mais fácil. Já vi pessoas que não conseguiam nem comprar um pão, e que dependiam dos filhos, amigos, vizinhos para as coisas mais simples da vida.
Isso também afeta a auto-estima da pessoa, já que ela é incapaz de ir ao Supermercado sozinha(o), por exemplo.
Renata na Australia

– O que você  pensa sobre seu novo país e o local onde mora (e/ou onde morou)? Eles respeitam os Brasileiros  e outros expatriados vivendo nesse país?
A Australia é um pais lindo! Cheio de belezas naturais, oportunidades de emprego e muita segurança.
Se tem um respeito muito grande com o imigrante, até porque o pais é tomado por eles. É muito difécil achar um australiano em que ambos os pais sejam australianos, a maioria é descendente de ingles, irlandes, escoces, americano e por aí vai.
Porém, eu tive uma certa dificuldade de me adaptar por aqui. Provavelmente, pela minha personalidade, pois sou o tipo de pessoa que gosta do toque: abraçar, beijar, demonstrar o carinho. E o australiano já não é muito chegado nisso não. O que, pra mim, foi muito difícil no início.
Por outro lado, depois de 3 anos e meio, você acaba se acostumando e passa a agir da mesma forma. Hoje em dia, sou muito consciente do meu espaço, e só quem realmente é muito proximo é que eu demonstro meu carinho.
Meu amigos no Brasil foi que me alertaram que eu estava mais ‘fria’.

– Você tem filhos? Se sim, eles se adaptaram ao novo país? Estudam e têm amigos locais?
Não tenho filhos, não. Sou muito novinha. Quem sabe daqui uns 5 anos…🙂

– Sente saudades da familia no Brasil? Sente falta de produtos, alimentos e outras peculiaridades?
Saudades até demais. Sinto falta do barulho lá de casa. Família agitada, a bagunça que sempre faço quando vou por lá. Também tenho muita saudade da comida. Aliás, nao posso ir ao Brasil que sempre engordo uns 5 a 10kg.😦

– O que costuma fazer nas horas vagas, finais de semana e feriados? Quais as atividades recreacionais existentes?
Olha, no momento as minhas horas vagas são focadas na finalização do nosso casamento. Detalhes mínimos, mas que toda noiva tem que pensar.
Ahh… também to organizando passagens aereas, vistos, atividades para fazer para sete pessoas da minha familia que irão vir em Janeiro pro casamento.🙂
Mas, numa época normal, saimos para jantar, vamos para a praia passar o fim de semana, piquenique com a familia, acampamentos, tentamos sempre visitar lugares que ainda não fomos.

– Você tem planos para o futuro? Pretende viver nesse país para sempre?
Tenho muitos planos para o futuro, no momento, estou me organizando para voltar a estudar meu curso de Relações Internacionais ano que vem, depois de 4 anos parada. A vontade é de trabalhar com diplomacia e deixar os ventos nos levar por país afora.
Não sei se moraria na Australia para todo o sempre, tem muito chão ainda pra se ver por esse mundo afora, e o meu intuito é conciliar a minha carreira com viagens. Quem sabe? Daqui uns 5 anos eu volto e conto pra vocês como tah indo….🙂
Renata na Australia

– Você comprou ou alugou o local que reside? Quanto pagou ou paga por isso? Comprar imoveis é algo comum nesse país?
Nos alugamos a nossa casa, que por sinal foi MUITO barato, levando em conta o tamanho da casa. Atualmente, pagamos AU$ 380.00 por semana de aluguel, mas moramos fora dos arredores de Brisbane. Então, pra quem trabalha e estuda na cidade não é um bom negocio, pois demora cerca de 30/40min pra chegar.
Como o Luke trabalha em Redcliffe, no extremo oposto de Brisbane, e eu atualmente estou trabalhando ha 20min daqui, tivemos que optar por algo que conciliasse os dois.🙂
Honestamente, adoramos a nossa casinha, talvez quando nos mudarmos de novo, vou levar a casa junto. rs🙂

– Qual o custo de vida?
De 4 pessoas, eu não sei responder, porque no momento só somos nos dois. Mas com cerca de AU$ 1,500.00 por semana dá pra se viver bem tranquilamente.

– Quais os pontos positivos e negativos de morar nesse país?
A saudade é definitivamente um ponto negativo. Mas, se morasse no Brasil, com certeza estaria com saudades daqui, então, a vida pra mim vai ser uma eterna saudades de lugares, pessoas e momentos.
A seguranca e a independencia financeira, mesmo sendo tao jovem, sao os pontos positivos, na minha opinião.

– Qual a curiosidade que mais te chama a atenção nesse país?
Posso contar algo engracado? A plaquinha dentro dos onibus (qual o plural?) alertando o seguinte: “Eh proibido cuspir.”
Posso contar uma que é mal-educada (na minha opinião)? Assoar nariz em publico. Aliás, em qualquer momento eles assoam o nariz. Ewww

– O país que você reside  tem alguma coisa que é usado no dia a dia que você acha que seria interessante ser implementado no Brasil? Conte-nos…
A lei que proibe voce de buzinar, a nao ser que seja extremamente necessario. Por aqui, eh lei justamente porque tira a concentração do motorista a sua frente o que pode causar um acidente.
Sem contar, que eh muito melhor acordar sem barulho de buzinas.

– Você tem sugestões ou dicas para pessoas que pretendem viver nesse país?
Se você veio pra cá pra aprender inglês, não ande com brasileiros. É dinheiro jogado no lixo, porque você só vai falar portugues. No meu primeiro ano de Australia, andava com pouquissimos brasileiros, e meu nivel de ingles se desenvolveu rapidamente, em comparação há muitos amigos que conheci. Sem contar, que machuca menos, porque você nao tem que se despedir a toda hora de uma pessoa que voce se apegou.
Duro? Mas é a mais pura verdade.
Renata na Australia
Multiculturalismo nas salas de aula

– Se pudesse descrever em uma palavra a experiencia que esta vivendo nesse país, qual seria?
No momento, a Australia é minha home. Tanto que quando fui ao Brasil este ano, não me senti em casa, senti que estava só visitando.

– Você gostaria de recomendar algum web site ou blog relacionado à esse país?
– Kendiat’s Puzzle (meu blog pessoal) – www.kendiat.wordpress.com
– Mikix – http://www.mikix.com/
– Aussileiros – http://aussileiros.blogspot.com.au/

3 Respostas

  1. Que bom! seja sempre feliz e muito sucesso.
    …kkkkkk me desculpe mas assoar o nariz em publico eh algo que nao da pra ‘achar’ grosseiro.Eu tenho rinite e muuuuuitas pessoas tem similares….se cada vez que preciso assoar o meu nariz eu tivesse que me esconder eu acho que nem valeria a pena viver. Agora cuspir,nao eh uma necessidade imposta pelo corpo sem muita opcao de negar ou fazer….diferentemente de um nariz escorrendo.

  2. Estou a fazer uma tese de Doutoramento na Universidade do Algarve, sobre expatriados, e queria pedir a todos os expatriados que participam neste grupo que colaborassem no meu estudo. A vossa participação é muito importante! Para isso basta responder a um questionário, anónimo e confidencial, que está disponivel em três linguas (Português, Francês e Inglês). Para aceder ao questionário basta clicar no link:
    Português: https://docs.google.com/spreadsheet/viewform?formkey=dHJaSmlEcmpsTHhocHZ6NHFDUWtFUEE6MQ#gid=0

    Francês: https://docs.google.com/forms/d/1-vKN-LYa5CvfNvNJ4o_9s24jjiAvUMb6gPMqT9387B0/viewform

    Inglês: https://docs.google.com/forms/d/1DO74I-Gc9skFkwan0tiE7-1u-lWFkIlZejO-CobGOdQ/viewform

    Muito obrigada pela vossa colaboração!

  3. Que linda historia.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: