Pé na Estrada… agora no México

Marli no MexicoO sonho de viver no exterior do marido, levou Marli e suas filhas para longe do Brasil há mais de 12 anos. Já passaram por Luxemburgo, Inglaterra e atualmente residem no México.
Como seguir carreira para ela foi complicado devido a vida profissional do marido e os cuidados com a família. Ela procura sempre estar envolvida em trabalhos voluntários para contribuir junto a comunidade e com isso ganhar novos amigos, conhecer a cultura local e aperfeiçoaa a lingua, sem contar que ela também já escreveu um livro sobre essa sua aventura no exterior.
Vale ler o relato dessa família…

Nome:
Marli Camargo

– Onde nasceu e cresceu?
Nasci em Sao Paulo, e cresci minha infancia em Pirajui e depois em Sao Paulo, na regiao de Pinheiros.

– Em que país e cidade você mora?
Atualmente em Cuernavaca no Mexico

– Você mora sozinho ou com sua familia?
Moro com meu esposo Luiz Carlos e minhas filhas Barbara e Stephanie.
Marli no Mexico

– Há quanto tempo você reside nesse local?
Ja tem 4 anos.

– Já residiu em outro(s) país(es) antes dessa experiencia?
Sim, faz 12 anos que estou fora do Brasil. Por motivo do trabalho do meu esposo, primeiramente mudamos para Luxemburgo, onde residi por 1 ano e posteriormente para Inglaterra onde residi quase 7 anos.

– Qual sua idade?
42.

– Quando surgiu a idéia de residir no exterior?
A decisao de meu esposo de fazer uma carreira internacional. Ele estudava muito as empresas e sempre me contava desse ‘sonho’ ate que um dia ele conversou com o presidente da empresa na qual trabalhava e por dois anos esperou a oportunidade surgir. E isso tambem abriu a porta para minhas filhas e para mim.

– Foi difícil conseguir o visto de residência ou o visto de trabalho?
Nao, trabalhar fora do Brasil por intermedio de uma empresa conceituada , tudo se torna mais facil.

– Você tem seguro saúde? Foi difícil obtê-lo antes ou depois da sua chegada?
Sim temos.

– Você trabalha? Como a renda familiar é obtida?
Com a mudanca de paises, acabei sempre buscando trabalhar como voluntaria para conhecer a realidade do pais, estabelecer relacionamentos e aprender.
Na Inglaterra, como ja tinha uma Graduacao em Servico Social e Pos Graduacao em Lazer e Recreacao, me especializei na area de educacao infantil, e trabalhei em escolas publicas e privadas na regiao de Guildford em Surrey. Foi uma excelente experiencia.
Atualmente no Mexico, estou coordenando um Projeto chamado Sonidos de la tierra, onde estaremos unidos diferentes setores da comunidade como as Universidades, Colegios, empresas e Orgaos Governamentais para um Forum que ocorrera em Marco/2011, e eu particularmente estou organizando com um grupo de musicos brasileiros para apresentar-se no final do forum trazendo a comunidade a mensagem relacionada a Cultura e a Sustentabilidade.
Tambem escrevo livros infantis e atualmente estou com um Projeto para ser lancado no Brasil em 2011.
Em termos de renda familia, toda eh obtida pelo trabalho de meu esposo, o que contribue para que eu desenvolva projetos que nao tenham fins lucrativos, mas adicione a sociedade valores que creio sao importantes.
Eu particularmente nao tenho um trabalho fixo, por questoes de regularizacao de documentacao relacionada ao Brasil e a Inglaterra. Porem desenvolvo projetos como mencionei acima.
Por outro lado, para mim é conveniente nao desenvolver um trabalho de 5 a 6 horas diarias porque me possibilita estudar e tambem cuidar da minha familia. O contrario seria mais complicado. Mas enfim, estou feliz pela possibilidade de estudar e futuramente quando as criancas ja nao dependerem tanto de mim, regressar ao mercado de trabalho.

– Se a resposta anterior foi sim, você mudou de área depois da saída do Brasil ou continua no mesmo setor?
Sim, mudei de area, hoje estou desenvolvendo projetos relacionados a Eventos Educacionais Turisticos.

– Você fala a língua local? Você acredita que é importante aprender a língua local?
Sim falo (apesar do sotaque brasileiro.rsrs). Sim, é muito importante falar a lingua local, voce ganha respeito e mostra o esforco que esta fazendo para comunicar-se.
Em Luxemburo, com um ano ja me comunicava bem com o Frances. Depois na Inglaterra, que me custou bastante aprender, mas com o trabalho voluntario, estudos e relacionamentos tudo vai contribuindo para se aprimorar, falar, ler e ate escrever .
Hoje no Mexico, foi mais facil o espanhol, mas ainda cobro de mim mesma para falar melhor para que os locais possam nos entender.

– O que você pensa sobre seu novo país e o local onde mora (e/ou onde morou)? Eles respeitam os Brasileiros e outros expatriados vivendo nesse país?
Em Luxemburgo, o convivio com os colegas de trabalho de meu esposo, o qual e muito sociavel e sempre os convidava para ir a nossa casa para um churrasco, um drink ou que seja um passeio no centro, facilitou muito o relacionamento e a convivencia. Tivemos momentos maravilhosos de risos e de solidariedade tambem.
Na Inglaterra, os amigos de trabalho tambem foram uma ponte para esse convivio, e claro eles nos respeitavam e admiravam quando lhes contava de Brasil.
Houve um casal que inclusive viajou conosco para o Brasil em um periodo de ferias para irmos juntos a Manaus.
A igreja tambem foi fator importante para desenvolvermos relacoes amigaveis com as pessoas no tres paises onde estivemos.

– Você tem filhos? Se sim, eles se adaptaram ao novo país? Estudam e têm amigos locais?
Sim, elas estao felizes no Mexico, ja fizeram amigos, ja tem um sotaque mexicano e sao muito amadas pelos amigos tambem.
Marli no Mexico

– O que costuma fazer nas horas vagas, finais de semana e feriados? Quais as atividades recreacionais existentes?
Como familia buscamos sempre viajar para conhecer os estados locais e tambem quando possivel os paises que nos cercam como por exemplo, USA e os paises da America do Sul.
Quando nao podemos viajar, fazemos programas com as amigas das criancas para que estejam todas pertinho. Vamos ao cinema, almocamos juntos em restaurantes tipicos, ou fazemos a nossa comidinha brasileira e convidamos os amigos para desfrutar conosco ..
Eu particularmente gosto de escrever. Escrevo poesias e leio quando me resta tempo.

– Você tem planos para o futuro? Pretende viver nesse país para sempre?
Planos é que nao me faltam. Nao, nao pretendo viver no MEXICO para sempre, gostaria de regressar a meu pais e contribuir com a educao das criancas no que refere-se a essa experiencia que temos tido no aspecto cultural, linguistica e inclusive turistica.

– Você comprou ou alugou o local que reside? Quanto pagou ou paga por isso?Comprar imoveis é algo comum nesse país?
A casa atual compramos, gracas a Deus, mas nos paises anteriores sempre alugamos por ser os imoveis extremamente caros para a compra.
Sim, as pessoas preferem comprar, porque as vezes a mensalidade do aluguel pode sair tanto quanto a mensalidade da compra de uma casa.

– Qual o custo de vida?
No Mexico, e relativamente alta. No minimo uns 10.000,00 reais para viver em boas condicoes no local.

– Quais os pontos positivos e negativos de morar nesse país?
Positivos- aprender nova lingua, cultura, novos amigos, estudar localmente,viajar, gastromia variada, etc..
Negativos – estar longe da familia e ser mal interpretada quando eles nao te entendem pelo seu sotaque.
Marli no Mexico

– Qual a curiosidade que mais te chama a atenção nesse país?
A valorizacao pela morte. As caveras sao aqui trabalhadas de forma que te faz rir de ver como sao pintadas, decoradas e usadas.
E tambem a gastronomia indigena que e bastante exótica. Como por exemplo comer escorpioes, grilos, ovos de comida, e gusanos (lagartos da planta).

– O país que você reside tem alguma coisa que é usado no dia a dia que você acha que seria interessante ser implementado no Brasil?
O cafe da manha deles, o desayuno e riquissimo. Ha muita variedade e as familias usam como meio de encontro entre eles e amigos.

– Você tem sugestões ou dicas para pessoas que pretendem viver nesse país?
Mexico tem seu lado bonito e feio. Admire o bonito, nao reclame e critique o feio, se quiser criticar, comece trabalhando para que a mudanca seja efetiva.

– Se pudesse descrever em uma palavra a experiencia que esta vivendo nesse país, qual seria?
Aprendizado.

– Você gostaria de recomendar algum web site ou blog relacionado à esse país?
– Minha cidade no Mexico: http://www.cuernavaca.gob.mx/new/index.php

– Meu Meu blog pessoal: http://marlicamargo-marli.blogspot.com/

– Meu livro lançado em 2010 que conta sobre nossa experiência no exterior (clique na imagem abaixo para adquiri-lo)

Marli - Pe na Estrada

Gracias. Marli Camargo

3 Respostas

  1. Oi Marli,
    Que legal ter a oportunidade de viver com a família em tantos lugares diferentes, aprendendo idiomas diferentes em cada um! Sou fascinada por essa ideia!🙂

    Fiquei um pouco impressionada com o custo de vida daí – ‘no mínimo’ uns 10mil reais?! Imagino que isso seja por mês, para uma família de 4 pessoas… Mas o que faz a vida ser tão cara aí? Você acha que a média salarial do país está à altura desse custo?

    Vou dar um pulinho no seu blog agora.😉
    Beijos xx

  2. Vou dar um pulo no seu blog e saber mais dessa vida no México🙂
    Bjokas

  3. É provável que seja para uma família e claro, levemos em consideração o status social desejado.
    Para uma vida tranquila, um jovem solteiro pode viver com aproximadamente R$3.000,00 com carro do ano, apartamento em local seguro, saindo nos fds. A vida no Brasil é pelo menos o dobro. Porém para uma pessoa que vive no México trazida por alguma empresa por trabalho, a realidade é totalmente outra.

    Abçs

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: