Suiça com gostinho de acarajé

Bia na SuiçaBia, apesar de ter apenas 23 anos… já pode ser considerada uma expatriada experiente. Já passou pela Nova Zelandia, EUA e atualmente esta fazendo curso de Alemão na Suiça.
Passear por suas palavras é aprender um pouquinho de como a vida no exterior deve ser: flexivel e aproveitada de acordo com as oportunidades que aparecem.  

– Nome:
Bia Mendonça

– Onde nasceu e cresceu?
Salvador-BA.

– Em que país e cidade você mora?
Sarnen, no cantão de Obwalden na Suiça.
Bia na Suiça

– Você mora sozinho ou com sua familia?
Moro com parte da minha família. Meu irmão mais novo, minha irmã mais velha e seu marido suiço.

– Há quanto tempo você reside nesse local?
Desde abril de 2009.

– Já residiu em outro(s) país(es) antes dessa experiencia?
Fiz high school em Auckland na Nova Zelândia por 6 meses e passei dois invernos fazendo work & travel (trabalhe & viaje) na Virginia, EUA.

– Qual sua idade?
23 anos.

– Quando surgiu a idéia de residir no exterior?
Depois que eu voltei da Nova Zelândia, queria morar num local no qual não precisasse me preocupar com a violência e fosse organizado. Sentia falta de sair a noite e voltar de madrugada andando para casa e de ouvir música no ônibus sem ser incomodada e sem medo de ter assaltada. Voltei da NZ estava no 3o ano, logo depois entrei na faculdade e comecei namorar, por isso deixei de lado a idéia de sair do país por um tempo.
Em 2006, vim visitar minha irmã aqui na Suiça e percebi o quando o meu inglês tinha enfraquecido, quando voltei para o Brasil organizei tudo para fazer work & travel por 3 meses na Virginia, EUA no final de 2006. No ano seguinte voltei no mesmo programa para os EUA, pois estava namorando um americano. Quando terminei a faculdade tinha planos de morar ir morar com ele nos EUA, mas ele foi mandado para o Iraque e eu resolvi passar uma temporada na Suiça com a minha irmã para aprender uma nova língua. O romance não deu certo, mas ainda estou aqui na Suiça!
Bia na Suiça

– Foi difícil conseguir o visto de residência ou o visto de trabalho?
O meu visto é de estudante e foi relativamente fácil de conseguir. É só juntar a documentação pedida no site da embaixada Suiça e preencher os formulário necessários. Também é preciso estar matriculado em um curso, pois tem que apresentar a carta do curso em questão na entrevista.

– Você tem seguro saúde? Foi difícil obtê-lo antes ou depois da sua chegada?
Eu tenho o seguro saúde da GTA. É obrigatório o seguro saúde de estudates aqui. Eu fiz o meu com empresa de intercambio BEX, esse seguro é um tanto caro, mas necessário. Desde que cheguei aqui, usei apenas uma vez e rapidamente fui atendida no hospital mais próximo da onde eu moro, mas aqui na Suiça eles mandam a conta para a sua casa e você manda para a empresa de seguro. Agora estou achando bem confuso, pois a empresa diz que precisa de um relatório médico antes de pagar, então por enquanto não estou achando o seguro tão bom assim pela confusão na hora de pagar.

– Você trabalha? Como a renda familiar é obtida?
Com o visto de estudante não é possível trabalhar. Eu me mantenho aqui com dinheiro que trouxe do Brasil. Tecnicamente eu não pago pelo lugar onde moro, pois moro com a minha irmã, mas nossos pais ajudam a pagar pela comida que compramos semanalmente.

– Se a resposta anterior foi sim, você mudou de área depois da saída do Brasil ou continua no mesmo setor?
Apesar de ser formada em Psicologia, continuo sendo estudante por aqui, só que agora estudo alemão.

– Você fala a língua local? Você acredita que é importante aprender a língua local?
A Suiça tem quatro língua oficiais: alemão (na maior parte do país), francês, italiano e reto-romano. Sendo que o alemão vira o suiço-alemão, o francês vira suiço-francês e o italiano vira o suiço-italiano, que são dialetos. Os dialetos são uma língua falada e não escrita, todos aqui aprendem o dialeto em casa, mas na escola é o alemão puro (como eles chamam).
Eu moro na parte alemã, sendo assim estou aprendendo o alemão. Quando cheguei aqui só sabia contar até 10, os dias da semana e dizer algumas poucas frases, terminei o primeiro semestre há algum tempo e já avancei bastante, mas não posso dizer que falo a língua, pois não consigo me comunicar direito ainda. É uma língua difícil, e é bem diferente de quando a gente aprende inglês que vamos vendo a vida toda. O alemão a gente não cresce ouvindo uma palavra aqui e outra ali… as palavras são difíceis de pronunciar, a gramática é complicada. É difícil, não impossível!
Eu acho importantissímo aprender a língua local, seja na parte alemã, francesa ou italiana. Dá para se virar com o inglês se você for turista, mas viver no país e não falar, é impossível se adaptar bem no local. Princiapalmente para trabalho, em que muitas vezes eles pedem que o você saiba falar alemão e francês, pelo menos na parte alemã.
Bia na Suiça

– O que você pensa sobre seu novo país e o local onde mora (e/ou onde morou)? Eles respeitam os Brasileiros e outros expatriados vivendo nesse país?
Meus amigos aqui são as pessoas que eu conheci no curso de alemão, então são mexicanos, chilenos, turcos, etc. Conheço alguns suiços porque são amigos do meu cunhado que também é suiço, mas ao meu ver eles são um povo muito fechado. Acho que seria difícil fazer amizade com suiços, caso não conheça alguém que já faça parte de um grupo. Estou aqui a pouco tempo e nunca fui desrespeitada por ser de outra nacionalidade. O que eu acho que eles diferenciam um pouco é na hora de procurar trabalho. Aqui eles dão sempre preferência aos suiços, numa política que eles chamam de os três anéis. No primeiro anel estão os suiços, no segundo são os européus, canadenses e americanos (acho que talvez os australianos estejam incluidos nesse anel também), e o terceiro anel que seria o resto.

– Você tem filhos? Se sim, eles se adaptaram ao novo país? Estudam e têm amigos locais?
Não tenho filhos.

– Sente saudades da familia no Brasil? Sente falta de produtos, alimentos e outras peculiaridades?
Sinto um pouco de falta dos meus pais, já que moro aqui com os meus irmãos, mas no geral não sinto tanta falta assim.
E sinto um pouco de falta de produtos brasileiros. Aqui carne é muito cara, então não se come tanto, por isso sinto falta muita falta de comer carne. Também sinto falta de acarajé, de quiabo… Não sinto falta de farinha, porque sempre alguém traz um kilo ou dois. E a minha irmã sempre cozinha algumas coisas que a gente come no Brasil.

– O que costuma fazer nas horas vagas, finais de semana e feriados? Quais as atividades recreacionais existentes?
Eu tenho aula de terça a sexta. Então meu final de semana dura três dias! Eu venho de Salvador, onde a gente tem festa de domingo a domingo, então eu considero o local onde moro muito parado. Na cidadezinha onde moro (Sarnen) não tem vida noturna nenhuma, quem quiser ir para bares e nightclubs tem que ir para as cidades maiores (perto daqui tem Luzern). Como a Suiça é um país pequenininho dá para visitar vários outras cidades durante o dia, e também tem muita coisa de natureza, caminhadas, escaladas, ir de bicicleta de uma cidade a outra. Nos finais de semana sempre visitamos alguma outra cidade, fazemos piquenique nas montanhas, ou então tem alguma festa na casa dos amigos do meu cunhado.
Bia na Suiça

– Você tem planos para o futuro? Pretende viver nesse país para sempre?
Se tem uma coisa que estou aprendendo é que planos são só planos. Não importa o quanto tempo você leve planejando, arquitetando algo para o futuro, tudo pode mudar num piscar de olhos, que foi mais ou menos isso que aconteceu comigo.
Não pretendo morar aqui, principalmente porque acho que não tenho perspectiva profissional nenhuma, mas nunca se sabe, daqui até o final do curso no meio do ano que vem, muita coisa pode acontecer. Mas se eu tiver que dizer hoje, eu pretendo voltar para o Brasil e procurar emprego em alguma empresa que eu posso utilizar o inglês e o alemão.

– Você comprou ou alugou o local que reside? Quanto pagou ou paga por isso? Comprar imoveis é algo comum nesse país?
Minha irmã e o marido comparam o apartamento em que moro com eles. Não sei quanto pagaram, mas em média um apartamento de quatro quartos para uma família de quatro pessoas fica em torno de 700 mil francos suiços para comprar. Normalmente as pessoas alugam por ser mais barato.

– Qual o custo de vida?
Para uma família de quatro pessoas viverem confortavelmente é preciso de mais ou menos uns 6,500 francos.

– Quais os pontos positivos e negativos de morar nesse país?
Negativos: Sem muita vida social, principalmente para quem vive em cidades pequenas e afastadas. Também considero um pouco negativo a dificuldade de fazer amizade com o povo suiço, embora a amizade com estrageiros seja suficiente para mim.

Positivos: Qualidade de vida, organização, limpeza, violência quase zero, tranquilidade, muita natureza, pode usar a bicicleta como meio de transporte, os trens (eu amo andar de trem aqui), e no inverno esquiar é a melhor coisa que já fiz na vida!
Bia na Suiça

– Qual a curiosidade que mais te chama a atenção nesse país?
Eu acho super divertido que todos se cumprimentem nas ruas, de crianças a idosos todos dizem “Grüezi“ (que é uma saudação suiço-alemã). E também que quando fazem isso sempre estão sorrindo! No Brasil, muitas vezes nem o cobrador do ônibus te dá bom dia, quanto mais as pessoas que passam por você na rua.

– O país que você reside tem alguma coisa que é usado no dia a dia que você acha que seria interessante ser implementado no Brasil?
Eu iria adorar se tivessem trem no Brasil, porque é uma coisa que eu realmente adoro aqui.

– Você tem sugestões ou dicas para pessoas que pretendem viver nesse país?
Se você está vindo para estudar línguas, principalmente o alemão, venha de peito aberto. A língua é difícil, no início dá até dor de cabeça, mas não é impossível, pouco a pouco você vai aprendendo e vai ficando mais fácil. Não tenha vergonha de falar errado, é compreensível que você não fale tudo correto sendo uma língua muito difícil!
Se você está vindo para morar, venha com a mente aberta. E se não sabe ainda, não dá para se virar somente com o inglês, então aprenda o idioma local, sem ele é muito difícil conseguir trabalho e até se integrar na sociedade. Por isso procure informações do lugar onde vai morar, e até procure saber como é a vida de brasileiros que estão por lá, converse com brasileiros ou outras nacionalidades que residem e tire proveito de toda e qualquer informação que elas possam fornecer.

– Se pudesse descrever em uma palavra a experiencia que esta vivendo nesse país, qual seria?
Adaptação, pois nem sempre os planos saem como a gente quer e às vezes podemos encontrar algo bem melhor pelo caminho do que aquilo que tinhamos planejado!

– Você gostaria de recomendar algum web site ou blog relacionado à esse país?

– Tem o meu blog: The pages of my new life…

E o blog da minha irmã que mora aqui também: A vida escreve certo… por linhas tortas

10 Respostas

  1. Adorei participar! Obrigada Mirella! bjs

  2. Adorei sua participacao aqui, Bia!

  3. Parabéns pela sua entrevista. Apesar da pouca idade você é uma pessoa muito esforçada. Abraços

  4. Muito legal tua entrevista Bia, gostei mesmo. Parabéns!
    Bjoks

  5. Bia é nova, mas cheia de gás e força🙂
    Valeu!

  6. Ola, Bia!
    é muito bom ver uma pessoa como vc, que encara desafios com muita vontade e alegria. Com esse pique vc vai conquistar muitas coisas legais!
    Um abraço e boa sorte!

  7. Oi Bia, adorei sua entrevista.

    Mas é isso mesmo que vc escreveu, as dificuldades de adaptacao sao enormes, mas nao impossivel.

    Aqui na Alemanha também é assim: somente nas cidades maiores há vida. No inverno entao, é pior ainda porque escurece cedo e muita gente nem sai de casa, eca!
    Pra vc que viveu nos EUA, posso imaginar o choque, rs.

    Um beijao

  8. Oi Bia,

    Obrigada pelo comentário na minha entrevista🙂 Matei a vontade de abraçar com a visita de tios e primas no Natal,rs.
    Adorei seu blog!

    Beijos

  9. Qual o salário para se viver razoavelmente bem na suíça?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: