Singapura ou Cingapura?

Oscar em CingapuraTudo começou há cerca de uns três anos… Oscar havia voltado da Alemanha para o Brasil onde ficou por quase dois anos fazendo uma espécie de graduação sanduíche, e foi quando ele conheceu sua cara metade.
Ambos sempre tiveram vontade de ter uma vida internacional, até que a oportunidade de ingressar em um programa para formação de executivos internacionais da empresa multinacional em que ela trabalhava aconteceu e a partir de então, vida desse casal mudou muito.
O processo não foi facil, afinal nunca um Latino-Americano havia sido aprovado neste programa, mas quando eles se deram conta, já estavam se mudando para um pontinho no mapa chamado Cingapura.

– Nome:
Oscar

– Onde nasceu e cresceu?
Nasci em São Paulo – SP; Cresci em Joinville-SC; Fiz Faculdade em Curitiba – PR e na Alemanha.

– Em que país e cidade você mora?
Cingapura, República de Cingapura.
Oscar em Cingapura

– Você mora sozinho ou com sua família?
Casado, moramos juntos.

– Há quanto tempo você reside nesse local?
Desde Abril de 2008

– Já residiu em outro(s) país (es) antes dessa experiencia?
Sim, Na Alemanha por quase dois anos, morando em Freiburg e Leipzig

– Qual sua idade?
25 anos

– Quando surgiu a idéia de residir no exterior?
Desde pequeno sempre fui muito curioso e interessado em Historia e Geografia e sempre quis morar no exterior, inclusive a escolha do meu curso superior (Engenharia Florestal) se deu em parte pela perspectiva de poder trabalhar em diferentes lugares do mundo.
Estava no ensino médio, quando fui visitar uma prima, naquela época trabalhando em uma reflorestadora na Argentina, desde então estava decidido a estudar o que ela havia estudado também. Naquela ocasião conheci um senhor que trabalhava para agência de Cooperação Técnica do Governo Alemão para os Países em Desenvolvimento (GTZ), e já havia trabalhado em diversos países, como Argentina, Paraguai, Moçambique, São Tome e Príncipe e antes de se aposentar trabalhou por quatro anos na China, vendo estes dois casos e a possibilidade de ter uma vida internacional fizeram eu optar pelo curso que escolhi.
Passei no vestibular e durante a graduação surgiram oportunidades de estudar fora do pais, conseguindo bolsa de estudos, em 2005 consegui duas bolsas para a Alemanha a primeira financiada pelo DAAD (Serviço Alemão de Intercambio Academico) para um curso intensivo de língua alemã durante dois meses em Leipzig na Antiga Alemanha Oriental e a segunda financiada pela CAPES/DAAD para realizar uma “graduação sanduiche” em Freiburg, na Floresta Negra no Sudoeste da Alemanha.
Essas foram sem sombra de duvida uma das melhores experiências da minha vida, embora já falasse alemão desde o ensino fundamental, já que havia morado em Joinville e tivera aulas de alemão desde o ensino fundamental. Estudar numa universidade alemã não foi tarefa muito facil, estava finalmente adaptado ao estilo de vida na Alemanha, quando tive que retornar ao Brasil, infelizmente quatro meses antes da copa do mundo.

A readaptação no Brasil não foi nada facil, meus familiares falavam até que eu voltara muito chato da Alemanha, mas depois de um tempo isso passou. A gente sempre acaba se adaptando ao meio, isso é fundamental para quem quer ter uma vida internacional, não existe lugar perfeito. Mas enfim, a vontade de voltar para o exterior ficava martelando em minha cabeça, certamente iria prosseguir com isso dentro de algum tempo como estudante, já estava com tudo praticamente acertado para um mestrado fora. Foi quando o “grande amor da vida” apareceu.
Os planos mudaram um pouco, mas a ideia de residir em diferentes países continuou viva. Nossas ambições de se tornar um expatriado acabaram se tornando realidade, quando nos inscrevemos para um programa internacional da empresa, detalhe nunca nenhum brasileiro havia sido aprovado.
Apos ter sido aprovado, começou outra angustia, para que parte do planeta seriamos mandados? Ficamos sem saber para onde e quando seria nossa mudanca até a quarta-feira de cinzas de 2008, as opções eram grandes, mais de 85 países, enfim em cerca de algumas semanas estaríamos nos mudando para Cingapura.
A partir de então tudo foi muito corrido, providenciar papelada, mudança, enfim para se ter uma ideia eu colei grau numa quinta-feira e no sábado estávamos embarcando para cá.

– Foi difícil conseguir o visto de residência ou o visto de trabalho?
Como o trabalho ja estava garantido, a empresa foi que fez toda a papelada, e auxiliou no que pode para eu conseguir obter meu visto aqui, mas como as coisas são um pouco mais complicadas que deveriam normalmente ser, aplicamos para o visto de dependente, detalhe eles não reconhecem o termo da “relação estavel”. Aqui ou você e casado ou não e, acabamos conhecendo alguns casais que tiveram que casar antes do planejado so para poderem entrar juntos aqui.
Decidimos aplicar para um tipo especial de visto no qual eu entraria em Cingapura e teria até um ano para procurar emprego, infelizmente para este caso nenhuma universidade brasileira é reconhecida, tentamos aproveitar meu diploma alemão, embora à universidade até seja reconhecida, Cingapura é um país muito pequeno, eles não consideraram minha formação e meu visto foi negado.
Só nos restou uma alternativa, aplicar para o visto de estudante, infelizmente na minha área existe nada muito específico por aqui, e além disso havia um fator limitador; meu inglês não era muito bom até então, a alternativa encontrada foi aplicar para um curso de Inglês “Full Time” – 4 horas por dia, cinco dias por semana, e esse foi o jeito encontrado pela gente para poder permanecer junto aqui.
Quanto aos vistos de trabalho existem dois tipos: Employment Pass (EP) e o S-Pass. Se você ganha a partir de 2500 dólares mensais você tem direito ao EP. A maioria dos empregadores vai tentar te dar o S-Pass, pois ele é menos burocratico e mais barato. Se você puder, não aceite; Peça um para ter um EP.
Basicamente a diferença é que com o S-Pass, o seu marido ou esposa sendo dependente não pode trabalhar. Com o EP, o seu dependente pode. Se te derem um S-Pass, tente depois de um tempo fazer um upgrade para EP. A razão que eles tentam te dar o S-Pass é para seu dependente não ocupar vaga de trabalho que poderia ser de alguém daqui.
Mas se você vem por uma empresa multinacional que tem escritório aqui, então obrigatoriamente seu visto será EP, sem problemas teoricamente.

– Você tem seguro saúde? Foi difícil obtê-lo antes ou depois da sua chegada?
Temos, faz parte do contrato com a empresa.

– Você trabalha? Como a renda familiar é obtida?
Assim como em outros países e difícil trabalhar aqui se você não vem com trabalho garantido. Em um país com o tamanho de Cingapura e impossível ser ilegal, até porque é considerado crime tanto trabalhar ilegalmente como por exemplo, dar “teto” a uma pessoa que esteja em situação irregular no país.
Cingapura e famosa pelas suas leis rigorosas. Até pouco tempo atrás, era proibido mascar chicletes pelas ruas, a venda foi liberada, embora você tenha que comprar em farmacia e deixar o numero do FIN, a carteira de identidade aqui.
Cingapura é uma das quatro nações denominadas tigres asiáticos e por sua localização estratégica na Ásia sendo o estreito de Cingapura uma das rotas marítimas mais movimentadas do mundo, faz com que a cidade-estado tenha escritórios e representações de governos e companhias do mundo inteiro, o que faz com que exista de fato uma grande demanda por estrangeiros e na verdade são dois basicamente.
A primeira, em sua grande maioria é composta por ocidentais altamente qualificado para o cargo, tanto que a grande maioria deles são gerentes, diretores, administradores, cientistas, que vem para trabalhar aqui nas multinacionais dos seus respectivos países de origem. Nós brasileiros temos que sentir orgulho de também estamos representados por nossas empresas, até pouco tempo atrás todas as plataformas de petróleo da Petrobras eram produzidas aqui, ainda hoje tem bastante gente da Petrobras trabalhando por aqui, mas também pessoas de empresas Brasileiras como a Vale, Embraer, Weg, CBMN, Sadia, Perdigão entre outras. Hoje somos a maior comunidade de Latino-Americanos em Cingapura com mais de 400 Brasileiros vivendo na Ilha. Não é a toa que Cingapura tem hoje mais de 10 restaurantes brasileiros.
A segunda é de forma geral, composta por indianos e asiáticos com baixo grau de instrução que trabalham na indústria de base, construção civil, principalmente indianos, e mulheres Filipinas que trabalham como empregadas domésticas.
Eu não posso trabalhar aqui em função do meu tipo de visto (Estudante), ao contrario do meu visto de estudante na Alemanha no qual podia trabalhar durante meio período, aqui isso teoricamente não e permitido, mas ainda sim tenho mantido contato com a minha formação, embora não de maneira fixa e remunerada, mas fazendo alguns trabalhos de inventario florestal e levantamento floristico em áreas verdes da cidade, atuando junto com “National Parks”.

– Se a resposta anterior foi sim, você mudou de área depois da saída do Brasil ou continua no mesmo setor?
Continuo estudando, embora formado, mas fazendo uns “bicos”.

– Você fala a língua local? Você acredita que é importante aprender a língua local?
Cingapura tem uma população de quase cinco milhões de pessoas etnicamente diversa. Chineses constituem cerca de três quartos da população. Malaios formam o segundo maior grupo, e indianos a terceira, isso faz com que o país tenha quatro línguas oficiais que são o Chinês, Inglês, Malaio e Tâmil.
Sendo o Inglês a língua de administração, negócios, educação e embora seja falado como uma segunda língua em cada um dos grupos étnicos e a língua que unifica todo mundo.
Mas com uma peculiaridade, o inglês falado aqui e um ingles diferente, que as pessoas chamam de “Singlish” ou Singapore English, é um pouco difícil de entender, mas depois de um tempo a gente acaba se acostumando. Tem que ate tomar cuidado para não sair falando “Can ou Cannot” ao invés de “yes ou no” e ficar colocando lah, leh nos final das palavras.

– O que você pensa sobre seu novo país e a onde mora (e/ou onde morou)? Eles respeitam os Brasileiros e outros expatriados vivendo nesse país?
De muitas maneiras, Cingapura é um país de contradições. Em primeira impressão a ilha parece uma nação ocidental, desde as roupas, estilo de vida ocidental e a lingua Inglesa, que ajuda muito pois os grupos linguisticos da Asia me parecem ser extremamente dificeis de se aprender. Não é a toa que Cingapura é às vezes chamada de “Ásia for beginners”, ou Ásia para iniciantes, porém debaixo disso tudo vigora um estilo asiático de comunicação.
É muito importante, principalmente no trabalho, demonstrar respeito e deferência para com as pessoas que são superiores a você na idade ou posição. Mesmo quando jovens empresários locais apesar de adotarem comportamentos Ocidentais, eles fazem questão de manter a relação de hierarquia muito forte.
Cingapurianos preferem comunicação indireta, uma vez que é mais educado. Eles não manifestam raiva e outros sentimentos publicamente. Quando o fazem é contra alguém desonesto e não digno de respeito.
Nesta cultura hierárquica, é muito importante para demonstrar respeito aos mais velhos e pelos superiores não discordar publicamente com eles. E nós, vindos de uma cultura latina podemos encontrar certos problemas com relação a isso, no fenomeno chamado “losing face” o que pode ter um impacto negativo e, eventualmente, pôr fim a futuros negócios.
No seu desejo de manter a harmonia e evitar a confrontação, eles preferem não dar uma resposta negativa a uma pergunta. É importante prestar atenção a sua linguagem não verbal, especialmente quando a resposta for fraca, hesitante ou uma resposta evasiva. Como em outras culturas asiáticas, riso pode ser usado para esconder o embaraço, timidez, ou desaprovação.
Outra coisa o contato visual direto pode ser interpretado como agressão. É preferível abaixar os olhos depois de fazer contato visual inicial, uma vez que isto demonstra respeito e dá rosto à pessoa com quem você está falando. Bem parecem coisas bobas, mas podem evitar algumas saias justas.

Cingapura é uma terra de imigrantes. Os três maiores grupos étnicos vivem juntos harmoniosamente. É uma sociedade multi-étnica que está habituado a lidar com pessoas de diferentes culturas. Cingapura é muito cosmopolita e depende de certa forma dos expatriados.
Quando as empresas multinacionais reduzem o número de expatriados em Cingapura, como esta acontecendo nestes tempos de crise devido à recessão da economia mundial, o governo oferece cortes fiscais e outros incentivos para elas permanecerem ou mesmo chama-las de volta. Mas a crise teve seu lado positivo o valor dos alugueis caíram cerca de 30% desde o ano passado.
Outro fenomeno bastante interessante é que desde que Hong Kong voltou a pertencer a China, e o governo central chines tem forcado Hong Kong a ser mais chines que era, Cingapura acaba sendo um “paraiso” na asia, já que o choque cultural aqui deve ser, pelo menos em teoria menor.

Os brasileiros são muito bem vistos aqui, embora existam os esteriotipos básicos como, ser jogador de futebol, dançar samba, enfim, mas chega até a ser engraçado, na grande maioria das vezes não acreditam que nós dois somos Brasileiros, para eles Brasileiro não pode ter pela clara. Mas pensando bem, se a gente já não sabe muita coisa de Cingapura, creio que eles sabem muito menos sobre o Brasil, com excessão ao que se refere a futebol, é muito engraçado como eles são ligados ao campeonato ingles.

– Você tem filhos? Se sim, eles se adaptaram ao novo país? Estudam e têm amigos locais?
Não

– Sente saudades da família no Brasil? Sente falta de produtos, alimentos e outras peculiaridades?
Nós realmente gostamos muito de morar aqui, o país é pequeno, extremamente limpo e organizado, porém o povo deixa a desejar. Sentimos falta da familia e dos amigos, a distancia é um dos maiores problemas, estamos a mais de 16.000 km do Brasil e nao existem voos diretos ligando o Brasil ao Sudeste da Asia, então o jeito sempre é fazer conexão por Dubai ou via Europa. Além disso receber visitas de amigos e familiares do Brasil não é tão facil, a passagem saindo do Brasil custa muito mais caro que saindo daqui. Mesmo a ANAC tendo reduzido aquele teto inicial básico para passagens internacionais.
Felizmente encontramos quase tudo aqui em Cingapura, até produtos brasileiros, uma vez que a comunidade Brasileira aqui e relativamente grande. Produtos que eu jamais pensei que conseguisse encontrar por aqui, como Guaraná Antártica, espumante e vinhos Brasileiros da Miolo por exemplo. Mas o produto brasileiro mais facilmente achado por aqui sem dúvida e carne de frango congelada, em algumas épocas do ano a importação de aves congeladas do Brasil corresponde a mais de 55% do consumo da cidade-estado, outro item made in Brazil bastante popular por aqui sao as Havaianas, embora existam varias genéricas, made in China, aqui temos mais opcoes de Havaianas que nas lojas do Brasil, vai enteder. Por sinal na ultima semana de Julho inaugurou o mais novo shopping de Cingapura o ION Orchard que custou o equivalente a 2.6 bilhões de reais e para nossa surpresa e primeira loja exclusiva de Havaianas daqui. Ainda falando sobre calçados, os Sapatos da marca Democrata aqui costumam ser mais baratos que no Brasil… Viva a carga tributaria brasileira!
Apesar da enorme distancia entre o Brasil e Cingapura, graças ao advento da Internet é possivel se manter antenado com os acontecimentos no Brasil, muitos deles desagradaveis, principalmente ao que se refere a política nacional. Mas a grande vantagem é poder manter contato com a familia através de MSN e SKYPE, agora estamos conseguindo ver pela Internet até a programação da globo, embora seja estranho assistir o jornal nacional e a novela pela manhã.
Uma coisa que não podemos reclamar daqui é a quantidade de churrascarias Brasileiras, são pelo menos umas seis, embora algumas delas sejam adaptadas aos costumes locais, pois para mim uma churrascaria que serve peixe não é churrascaria de verdade, mas enfim, de fato tenho que confessar que a picanha daqui é melhor que muita picanha que a gente come no Brasi. E é fato, boa parte da carne bovina daqui vem da Australia e o gado por ser criado em confinamento faz com que a carne fique mais macia, mas alguns cortes, como o cupim são importados diretamente do Brasil.
Infelizmente nosso pais tem a mentalidade de exportar o que tem de melhor e colocar os refugos para o mercado interno, como o que acontece com o frango congelado, maior parte dos cortes vendidos aqui são cortes nobres.
Bem, quanto ao Feijao, fundamental na mesa do Brasileiro a gente até encontra no supermercado, mas não é como o feijão Brasileiro, mas dá para enganar, ele normalmente é importado da mongolia. Quanto ao arroz fica facil, no Brasil estamos acostumados a no maximo uns quatro tipos diferentes, aqui voce encontra uns 15 facilmente, tudo importado, Cingapura nao produz nada, tudo que a gente come aqui é importado,
Mas existem produtos que a gente não encontra ou encontra com muita dificuldade como farinha de mandioca, povilho azedo para o pão de queijo. Mas o que deu saudade mesmo esse ano, foi ao ver o pessoal em casa no Brasil comendo pinhão.
Outro produto que esta ganhando popularidade por aqui e a cachaça, quando chegamos só se conseguia através de uma importadora e só da marca Sagatiba, agora tem até 51 para vender no Supermercado. Embora a carga tributaria sobre alcool e tabaco aqui sejam absurdas, uma maço de cigarro custa cerca de 15 reais, Cingapura é um bom lugar para quem fuma, largar o vicio.

– O que costuma fazer nas horas vagas, finais de semana e feriados? Quais as atividades recreacionais existentes?
Cingapura tem inúmeras opçoes para as horas vagas, embora muitas delas apenas para turistas, já que você vai no máximo 1-2 vezes, mas em sua ampla maioria realmente valhem muito a pena serem visitadas:

– Ilha de Sentosa, um dos lugares mais famosos daqui de Cingapura, a “melhor” praia daqui. Você vai até o Shopping chamado Vivo City, de onde se pega o Monorail (trem suspenso), passa-se pelo harbour front onde fica o terminal de passageiros do porto de Cingapura e do outro lado você vê uma parte do porto de Cingapura, a quantidade de Navios ancorados ou trafegando no horizonte, sem duvida impressiona qualquer um. Além das praias “artificiais” existem diversas atrações como aquário marinho gigante, show com golfinhos, teleférico, quadras de volei, o Mundo dos Insetos, o Borboletario etc… Até o final de 2010 o estudio da Universal estará pronto, juntamente com um casino.
Oscar em Cingapura

– Singapore Flyer, considerada a maior roda gigante do mundo, a Singapore Flyer, é 30 metros mais alta que a London Eye, oferecendo aos passageiros uma ampla visão panorâmica da cidade-estado, assim como de partes dos paises vizinhos Malásia e Indonésia.

– Jardim Botânico de Cingapura, fundado pelo Sir Thomas Raffles, o fundador da Cingapura Moderna em 1822, tem a metade da área do Kew Gardens da Inglaterra e cerca de um quinto do tamanho do Central Park de Nova York, mas e o único jardim Botânico do Mundo aberto das 5 horas da Manha até Meia Noite, e sem taxas de entrada. Detalhe importante para nos Brasileiros, esse foi um dos locais onde as sementes “contrabandeadas da Amazonia” foram plantadas inicialmente pelos ingleses aqui no Sudeste da Ásia. Atualmente ainda existem arvores filhas das originais e no museu botanico, existe uma exposição interessante sobre a borracha no sudeste da Asia.
Oscar em Cingapura

– Jardim Nacional das Orquídeas, maior colecao de Orquídeas do Sudeste da Ásia, ao todo possui três hectares com mais de 60.000 orquídeas com 400 diferentes espécies e mais de 2000 híbridos, acho que não existe no mundo uma exposição de orquídeas durante o ano todo como esta em Cingapura. Destaque para o VIP Garden, quando um chefe de estado visita Cingapura, muitas vezes em sua homenagem um novo hibrido é batizado em seu nome, neste lugar você provavelmente encontrará a orquidea, Nelson Mandela, Margaret Tatcher, Queen Elizabeth, etc..

– Chinatown, bairro de influencia chinesa de Cingapura, cerca de 70% da população é descendente direta de chineses, um paraíso para compra de coisas baratas importadas da china, mas é bastante interessante prestar atenção aos seus elementos históricos e principalmente a sua arquitetura e seus templos. Na pagodda street se encontra diversas lojas de artesanato e produtos típicos chineses, ali perto na Smith Street e Trengganu Street a noite é o point da gastronomia.
Oscar em Cingapura

– Little Índia assim como Chinatown é fruto da politica de segregação étnica dos ingleses, que restringiam o local onde cada um desses grupos podia fixar residência. Interessante para comprar artesanato e visitar os templos indianos.

– Arab Street e Kandahar Street, nessas ruas existem diversas lojas que vendem coisas típicas árabes, como narguiles, jóias, enfim você se sente por um instante como se estivesse em um país predominantemente Muçulmano.

– East Coast Park com faixa de areia é relativamente pequena e a cor do mar é muito bonita, mas assim como em Sentosa, os navios estragam o visual da praia. Mas mesmo assim, o lugar apresenta uma super estrutura com ciclovia e calcadão para caminhada, muito gostoso de andar, repleto de árvores e coqueiros.

– O Zoológico de Cingapura é considerado um dos melhores Zoológicos dos trópicos e atrai anualmente cerca de 1,4 milhões de visitantes. O grande diferencial deste Zoológico em relação aos Zoológicos Comuns é que desde que foi inaugurado, ele segue a tendência moderna de exibição de animais em Zoológico em forma naturalista, ou seja, com barreiras ocultas, atrás de fossos e arbusto etc… O Zoológico também abriga a maior colônia de orangotangos em cativeiro no mundo.

– Night Safari de Cingapura, ele é considerado o primeiro zoológico noturno do mundo e é uma das atrações turísticas mais populares do país. Ao contrário dos Zoológicos comuns, este convida o visitante a conhecer os animais em atividade noturna, muitas das espécies são muito mais ativas a noite que durante o dia, entre elas podemos destacar os marsupiais, morcegos, e outros animais da floresta. Está dividido em oito zonas geográficas, o que pode ser explorada a pé, quer através de três trilhas para caminhada, ou através de carrinho elétrico.

– Jurong Birdpark é hoje o zoológico de pássaros mais famoso do mundo, onde há magníficos exemplares de aves vindos de vários lugares ao redor do mundo, incluindo um bando de mil e um flamingos. É atualmente o maior do mundo em termos de número de aves, e o segunda maior em termos de área terrestre ficando após o Vogelpark Walsrode da Alemanha. Existem mais de 9000 aves de 600 espécies no Jurong Birdpark. Destes, 29 são de espécies ameaçadas de extinção. Entre elas está à Águia Americana, uma das grandes atrações do parque. E pasmem, foi inspirado durante a visita do então ministro da defesa de Cingapura ao jardim botânico do Rio de Janeiro, que ficou impressionado com o seu aviário com diversos pássaros livres e teve a idéia de construir algo semelhante por aqui.

– Museu de Civilizações da Ásia. É um dos museus pioneiros na região a se especializar em culturas e civilizações pan-asiáticas. O museu é especialista em materiais da história da China, Sudeste da Ásia, a Ásia do Sul e Oeste da Ásia, a partir dos quais Cingapura tem ascendência.

– Esplanade Theatre, um Símbolo arquitetonico de Cingapura, atualmente o maior centro de cultura do país, com salas de teatro e concertos musicais. Seu estilo arquitetonico peculiar, lembra o durian, uma fruta muito encontra no oriente, a qual produz um fruto espinhoso, semelhante à jaca no aspecto e tamanho e que, apesar de possuir odor repugnante, é considerado pelos orientais um fruto muito delicioso.
Oscar em Cingapura

– Clarke Quay, sem duvida um dos points mais badalados de Cingapura, com diversas atrações, lojas e principalmente Bares e Restaurantes. Cinco blocos de armazéns restaurados oferecem uma estrutura perfeita com uma atmosfera muito bacana, principalmente a noite quando, clubes e bares ganham vida.

– Orchard Road, existem pelo menos uns 20 shoppings, é o paraíso das compras. Na verdade o local onde o esporte nacional é mais praticado, ir as compras. So este ano inauguraram mais dois novos shoppings incluindo o maior de todos eles.

– Merlion, símbolo de Cingapura é uma criatura imaginaria que tem cabeça de leão e corpo de peixe. O Nome Merlion deriva da junção de duas palavras em inglês “mermaid” e “lion”, a primeira significando sereia e o segundo leão. O corpo de peixe remete ao nome o qual Cingapura era conhecida antes do período colonial como uma pequena vila de Pescadores chamada — Temasek — que significa “Cidade Marinha” em Javanês, enquanto a cabeça de Leão Representa o Nome Original em Sânscrito e Malaio — Cingapura — que significa a Cidade do Leão. Em função da ocorrência de Felinos de grande porte no passado.
Oscar em Cingapura

Enfim depois de visitar estes lugares é hora de começar a explorar a região do sudeste da Asia que tem destinos incriveis, o Aeroporto de Cingapura é considerado um dos mais modernos do mundo, e também o mais bonito deles. a grande vantagem disso tudo apesar das taxas de embarque serem um pouco “salgadas”; Cingapura funciona como um Hub de distribuição no Sudeste da Ásia, grande parte dos aviões vindo da Europa a caminho da Oceania fazem escala por aqui.
A importância no setor aéreo de Cingapura é tão grande que a primeira companhia aérea a operar o Airbus A380 foi a Singapore Airlines.
Além dela existem outras diversas companhias aéreas operando por aqui, mas sem duvida alguma das mais atrativas são as Budget Airlines, Airasia, Jetstar, Tiger Airways, entre outras, comprando as passagens com antecedência e pegando promoções é possível viajar quase todo final de semana. Agora só faltam destinos para visitar….
Para se ter ideia compramos passagens para Bangkok e Phuket (na Tailandia) com a Airasia para dois destinos e duas pessoas ida e volta por menos que se paga por um trecho entre Curitiba e São Paulo para uma unica pessoa.

Mas ficar em Cingapura significa ir às compras, esse sem duvida e o esporte nacional, principalmente esta época do ano com a Great Singapore Sale que dura dois meses e chega a ter descontos de até 70 – 80%. Isso sem falar nas feiras de eletronicos que acontecem a cada três meses, a ultima delas em quatro dias recebeu cerca de um milhão de visitantes, prepare-se para ver muita gente… Mas vale a pena, os preços são imbatíveis.
A vida noturna também é bastante agitada, bom vários bares e restaurantes, uma das áreas legais de se ir à noite e as margens do Singapore River no Clark Quay e Boat Quay, além de outros redutos gastronomicos como no Holland Village e Dempsey Road.

– Você tem planos para o futuro? Pretende viver nesse país para sempre?
Estaremos deixando Cingapura até o final deste ano, para nossa próxima aventura. A gente nunca sabe ao certo em que país estaremos morando dentro de 2 anos, mas nosso próximo destino a que tudo indica sera o Mexico.
Quem sabe um dia a gente volte a morar por aqui em Cingapura, mas certamente vamos voltar aqui para visitar, a cidade com certeza vai estar muito diferente quando voltarmos, todas as linhas novas de metro estarão acabadas, o super novo cassino no Marina Sands e os estudios da Universal em Sentosa, enfim, Cingapura e uma espécie de Dubai do sudeste da Asia porém muito mais úmida.

– Você comprou ou alugou o local que reside? Quanto pagou ou paga por isso? Comprar imóveis é algo comum nesse país?
Cingapura tem se tornado cada vez mais cara, para se ter uma idéia, em 2004 ela ocupava a 46 posição de cidade mais cara do planeta, ano passado pulou para a 13ª posição e em 2009 pulou para a oitava colocação sendo a terceira cidade mais cara da Ásia depois de Toquio e Hong Kong.
No entanto, segundo uma pesquisa recentemente publicada pelo HSBC, o país se encontra em sexta colocação, como melhor país para se viver como expatriado, levando em consideração quesitos como renda disponivel para aplicação, moradia, seguranca, etc..
Nós moramos em um apartamento alugado pela empresa. É um apartamento com dois quartos, os móveis foram comprados aqui pelo sistema de Leasing, e eletronicos e os eletrodomésticos compramos aos poucos. É um prédio com piscina e academia. O preço eu não sei informar, mas acredito ser algo em torno de 4500 reais mensais, o que é muito caro para um apartamento deste tamanho.
Mas isso faz parte do Pacote de Benefícios que a empresa concede, não podemos reclamar, estamos muito bem localizados a cerca de 150 metros da Orchard Road, a principal ruas de compras de Cingapura, uma Champs Elysee dos trópicos. Um apartamento nessa região não custa menos de um milhão e meio de reais, na verdade a realidade de vida nossa hoje é bem diferente de 4 – 5 anos atras, quando você vai para outro país fazer intercâmbio, por exemplo.

– Qual o custo de vida?
O custo de vida aqui é de razoável a elevado. O quesito que mais pesa nesta conta é moradia, que é bem mais cara que os países da região; mas levando em consideração o quesito alimentação, onde tudo é importado o preço até se justifica, mas não é muito mais caro que em uma grande cidade do Brasil, se você souber fazer as compras de forma economica. Por exemplo, um litro de leite aqui custa US$ 1.36, no Brasil hoje um litro de leite esta quase US$ 1.00, com a diferença que o leite daqui e importado da Austrália, Tailândia ou Malásia.

Por exemplo, nossas contas de telefone, TV a cabo e Internet não custam mais que SGD 160.00, no Brasil só uma conta de celular custava isso. Ligar para o Brasil e caríssimo, mas já para a Argentina custam 40% menos, vai entender?!?!

O Transporte Coletivo é Excelente, você aqui paga o preço proporcional a distancia utilizada, ou seja, anda pouco paga pouco, anda muito paga um pouquinhos mais, mas a tarifa mais cara não passa dos SGD 1.50. Além de eficiente, alguns deles tem até Televisão com Canal de Noticias, ar-condicionado é item de série.
São além de tudo, super limpos, isso graças à politica de multas para quem come ou bebe dentro do transporte publico e estações de metro, multas essas que custam caro, além da proibição do transporte da fruta Durian, quem conhece sabe do fedor que estou falando.

Ter carro aqui é muito caro, embora à gasolina seja mais barata que no Brasil, o Brasil não era Auto-suficiente em Petróleo? Como pode um país totalmente dependente de petroleo ter combustível mais barato? Difícil entender.
O Governo de cingapura cobra um imposto altíssimo para quem possui carro, então quando uma família tem dois carros pode ter certeza que eles têm muito dinheiro, aqui antes de você comprar um carro você tem que tirar seu COE, um certificado que vale por 10 anos, em que você compra o direito de possuir um carro, o valor deste certificado varia em função do numero de carros circulando e serve para desencorajar o cidadão a possuir um carro, por exemplo, esse valor para a categoria “A” era de SGD 1.020,00 em Fevereiro deste ano e este mês Julho é de SGD 15.291,00 – (http://www.oneshift.com/pdb/lcoe.php) esses preços de COE variam de acordo com as condições de trafico da cidade e com a media de carros vendidos no mês anterior.
Alem disso, ainda existe o ERP (Eletronic Road Pricing), um pedagio Urbano, que se paga para pegar vias mais movimentadas geralmente no CBD (centro da cidade), onde o preço varia em função do horário.
A solução é usar o serviço publico de transporte e/ou pegar táxi, mas se prepare, apesar do taxímetro você sempre vai pagar preços diferentes, normalmente um semáforo fechado que você pega custa uns 40- 60 centavos, isso sem falar se não estiver no horario do rush, em que você paga 30% a mais, se ligar reservando o Táxi são mais 3 dolares SGD, se for depois das 17h00 no CBD (Area Central da Cidade), paga mais 3 SGD, às vezes só de entrar no táxi você já paga uns SGD10. 00, isso sem falar quando o motorista não começa a perguntar quanto você ganha, quanto você paga de aluguel enfim…. Os taxistas aqui muitas vezes chegam a ser inconvenientes.

De acordo com a mesma pesquisa do HSBC, o país é o 7 º colocado no que se refere a rendimento disponível para poupança, com mais de três quartos (76%), indicando que os expatriados daqui têm mais dinheiro quando comparado ao seu país de origem. Quase metade (47%) dos expatriados que vivem em Cingapura segundo o relatório, tem mais de 4.000 dólares de rendimento disponível mensais, uma percentagem só ultrapassada pelo Japão, Catar, Arábia Saudita, Hong Kong e Rússia.
Grande parte (44%) dos expatriados em Cingapura gastam mais em moradia do que os seus homólogos de outros países. Entretenimento e saude também configuram como custos mais elevados para expatriados em Cingapura, quando comparado com a média global. De acordo com um tema notado em toda a Ásia, dois terços dos expatriados em Cingapura (64%) reduziram as despesas superfluas, em resposta ao clima economico atual.
Três quartos dos expatriados em Cingapura pouparam mais do que fez em seu país de origem. Poupança e investimento de baixo risco foram as opções de investimento mais populares com (59%), seguido de perto pelos fundos (51%) e ações (51%).
Quase todos os expatriados em Cingapura (91%) dizem que eles não consideram voltar para casa devido a crise economica (em comparação com 85% a nível mundial). Dentre o grupo que respondeu que estava pensando em voltar para casa, a duração reduzida dos contratos foi apontada como principal fator destacado e foi superior à média mundial (28% vs 15%).

– Quais os pontos positivos e negativos de morar nesse país?
Eu acredito que não existe lugar perfeito, em aspectos gerais gostamos muito de viver aqui, mas sem duvida o lado ruim é o povo, mas você aprende a conviver. Eles são extremamente consumistas, ligados em marcas, acham que a vida se resume a $$ e compras, bolsas de marca, você já viu fila em uma loja da Louis Vuitton? Pois então, aqui final de semana tem.
Mas sem duvida o que mais me irrita é a velocidade com que andam na rua, às vezes me pergunto como um povo tão lerdo conseguiu construir um país, ou melhor, uma cidade assim em menos de 50 anos. Bem segundo o Ministro Mentor Lee Kuan Yew, fundador da Cingapura Moderna e pai do atual primeiro ministro, o país so é o que é hoje graças a invenção do ar condicionado.
Um aspecto positivo ou negativo é a segurança, Cingapura talvez seja um dos lugares mais seguros do mundo, ou pelo menos parece, embora é notavel a censura exercida pelo governo, que abafa o que não convém, como por exemplo, o assalto a uma loja de relógios, na qual 5 milhoes de dólares em relógios foram roubados e ficamos sabendo por um site de noticias do Brasil… e aqui nem se ouviu falar.
O lado negativo é que esta sensação de segurança faz com que os locais achem que o país deles é o melhor lugar do mundo. Já falaram para gente não ir para Malásia que era perigoso, respondemos; ‘Ola, somos do Brasil!

Por sinal esse é sem duvida um dos grandes limitadores para que o nosso país não receba mais turistas daqui, pois todo mundo aqui tem vontade de ir ao Brasil, mas tem medo. Mas todos nos sabemos que a violência no Brasil também não é tudo isso que as vezes é vendido na midia internacional, eu, por exemplo, nunca tive problema algum e minha carteira foi roubada quando morava na Alemanha.

– Qual a curiosidade que mais te chama a atenção nesse país?
O que mais me chama atenção aqui, talvez pelo fato de ser Engenheiro Florestal é a Arborização e Planejamento Urbano.
Quando chegamos e pegamos o Táxi para o Serviced Apartment que passamos os primeiros dias ficamos impressionados com a arborização da cidade, os jardins nos canteiros centrais e laterais, tudo muito verde, muito limpo e organizado. A principal via que liga o Changi Airport à cidade a ECP (East Coast Parade) é uma avenida totalmente arborizada com árvores nas laterais e no canteiro central formando o efeito de túnel, realmente bem diferente do que estamos acostumados no Brasil, no RJ por exemplo saindo do Galeão, até chegar a cidade você passa pela “faixa de Gaza”, em São Paulo todas aquelas favelas de Guarulhos, enfim…
A vegetação exuberante que Cingapura goza hoje não aconteceu por acaso, o processo de transformação da cidade em uma cidade-jardim não aconteceu da noite para o dia. Demorou cerca de 40 anos de uma forte vontade política e do suor e labuta de muitos para sustentar o esforço. Podendo ser resumido em duas palavras; vontade politica.
Uma politica que começou há quatro décadas com o estabelecimento do programa de Ecologização da cidade. A força motriz por detrás disto, foi o ex-primeiro-ministro Lee Kuan Yew, que na época identificou que uma Cingapura verde seria um dos principais fatores competitivos para atrair investimentos estrangeiros ao país.
Em 1976, um Departamento de Parques e Recreação foi especialmente criado pelo Ministério de Desenvolvimento Nacional para assumir a tarefa da Transformação Verde de Cingapura, como parte da melhoria da paisagem urbana de Cingapura em que o principal foco era transformar a ilha em uma ilha verde no menor tempo possível.
Ao mesmo tempo, códigos rodoviários foram desenvolvidos para assegurar a implantação de árvores ao longo das novas estradas. Grandes áreas pavimentadas, tais como estacionamentos foram obrigados a implantar árvores para atenuar o calor do asfalto.
Além disso, estruturas de concreto como passarelas e pontes aéreas tiveram seus pilares cobertos por trepadeiras como o Ficus pumila e outras trepadeiras, arbustos e árvores foram transplantadas para proporcionar conforto visual aos ambientes construídos.
Ao mesmo tempo, na cidade foram implantados parques e praças para proporcionar “área verde” para as pessoas que trabalham nas zonas comerciais urbanas. Atualmente esse departamento encabeça a manutenção da arborização urbana e dos jardins da cidade, uma área total de mais de 9.500 hectares e mais de 300 parques e Praças.

– O país que você reside tem alguma coisa que é usado no dia a dia que você acha que seria interessante ser implementado no Brasil? Conte-nos…
Existem varias coisas que Cingapura poderia servir de modelo ao nosso país, a começar pelo processo de ordenamento do crescimento, somente com um transporte urbano de qualidade e eficiente que poderemos resolver o problema da mobilidade nas grandes cidades Brasileiras.
O rodizio de carros em São Paulo só adiantou para aumentar a frota, agora você tem dois carros por casa e não adianta implantar pedagio urbano sem oferecer um transporte alternativo de qualidade.
Outra coisa que acho que seria muito importante em nosso país era a adoção de um tratamento similar aos traficantes de drogas adotado aqui, onde o sujeito é condenado a pena de morte sem direito a apelação, uma vez que o flagrante é feito, no cartão da imigração do país, quando você ingressa existe uma nota bem grande alertando para isso.
Embora nosso país detenha cerca de ¼ da água doce disponível no planeta, a questão do abastecimento de água doce nas grandes cidades cada vez tem que se ir mais longe para se buscar água, Cingapura sendo o país com a segunda maior densidade demográfica do planeta tem investido em tecnologia para mitigar estes problemas e mostra como e possível em um paiís tão pequeno e sem recursos naturais abundantes ser ecologicamente correto, pelo menos tentar ser, conciliando as necessidades humanas com as questões ambientais.
Um exemplo disso é a barragem construída na foz do Canal Marina, a Marina Barrage é o 15º Reservatório de Agua Doce de Cingapura, bem como o primeiro, no coração da cidade. Com uma área de 10.000 hectares, ou seja cerca de um sexto do tamanho do paés, a Marina Barragem será futuramente uma das maiores fontes de captação da ilha que juntamente com outros dois novos reservatórios a serem construídos em Punggol e Seragoon, vão aumentar em mais de 65% a capacidade de armazenamento de água doce no país. Diminuindo assim a dependência, que hoje é quase que total, da água vinda de Johor na Malásia.
Durante décadas, Cingapura teve na importação de água doce da Malásia sua principal fonte para o abastecimento de mais da metade do consumo de água do país. No entanto, os dois acordos que fornecem essa água para Cingapura expiram em 2011 e 2061, respectivamente, e os dois países estão envolvidos em uma disputa sobre o preço da água. Sem uma resolução concreta, o Governo de Cingapura decidiu aumentar a sua auto-suficiência em abastecimento de água.
Problema que desde tempos passados tem “tirado o sono” dos cingapurianos. A Marina barrage é o resultado da visão do ministro Mentor, que quase duas décadas atrás previu no represamento da foz do Canal da Marina, a possibilidade de criar um reservatório de água doce, criando uma serie de benefícios para a cidade.
O primeiro e mais importante deles é a segurança no abastecimento de agua doce na cidade-estado, à barragem foi inaugurada em Novembro do ano passado, e aos poucos com o corte da entrada da água salgada a represa hoje com agua salobra vai se transformar em um corpo de água doce através da substituição da agua salgada pela agua doce proveniente dos Rios Kallang e Cingapura, em um processo natural que levara cerca de dois a três anos. A água doce vai então ser tratada utilizando avançadas tecnologias antes de serem colocadas para consumo.
Esta será uma das quatro fontes de água para Cingapura, sendo as demais a água importada de Johor na Malásia, a água proveniente do tratamento de esgoto e água dessalinizada. Como um dos pilares do abastecimento de água, Reservatório da Marina poderá suprir mais de 30% da demanda atual da água do pais.
Alem disso ela também é parte de um regime de controle de inundação e serve para aliviar as inundações, tanto por excesso de chuva bem como pelas chamadas mares de Lua nas áreas baixas da cidade, como Chinatown, Boat Quay, Jalan Besar e Geylang. Durante uma forte chuva, a série de nove portões na crista da barragem será ativada para liberar excesso da água da tempestade para o mar quando a maré está baixa.
No caso de maré alta, nove bombas gigantes que são capazes de bombear, cada uma delas, uma piscina Olimpíca por minuto e irão drenar o excesso de água das tempestades no mar.
Como a água do reservatório não é mais afetada pela maré, o seu nível de água será mantido constante durante todo o ano. Isso é ideal para todos os tipos de atividades recreativas, como canoagem, windsurf, caiaque e dragonboating.

– Você tem sugestões ou dicas para pessoas que pretendem viver nesse país?
Aparentemente muitos Brasileiros estão vindo para Cingapura. Será que Cingapura finalmente foi descoberta pelo Brasil como pólo de inserção na Ásia? Imagino que sim. Apesar de não estar vivendo aqui há tanto tempo assim, aqui vão algumas dicas que espero que ajudem principalmente para nós, brasileiros, que viemos de uma cultura tão diferente da deles.

> Hierarquia.
Como comentei anteriormente o país respeita muito os graus hierárquicos. Se você estiver gerenciando uma equipe ou pessoal, você terá que ser claro, explícito em relação a direitos, prazos e decisões.
Como um gerente ou empregador, vão esperar que você demonstre estilo autoritário de liderança. Não espere que os empregados apresentem iniciativa individual, eles sempre esperam a partir do líder.
Esteja ciente de que as pessoas esperam ser tratadas de maneira diferente com base em suas origens sócio-econômicas ou níveis da organização. Mostre o nível adequado de deferência e respeito, através da linguagem e de comportamento, para os mais altos membros da sociedade e da organização.
Espere encontrar burocracia nas organizações e agências governamentais, mas nada pior que o Brasil.

> Sociedade formal
Certifique-se de abordar as pessoas pelo uso adequado de apelidos, e honrarias.
Tenha cuidado para não ser muito amigável com seus subordinados, Isso não vai ser uma ofensa a eles, mas sim confundi-los e introduzir ambiguidade na relação.
Como um gerente ou empregador, você vai ser esperado para viver de uma forma que compete o seu estado e vai reforçar a sua credibilidade ao fazê-lo. As roupas que veste, o seu comportamento, onde você vive, e seu emprego irá refletir o quem você é.
Evite perguntar questões pessoais em uma situação social ou de negócios, a menos que você tenha desenvolvido uma estreita relação com alguém. Porém, isso não se aplica aos taxistas, eles adoram saber sobre sua vida.

> Grupo x Individuo
As pessoas valorizam a sua função como um membro da equipe e identificam-se primeiro como parte de um grupo e, em seguida, como um indivíduo. Podem se sentir desconfortáveis se o foco é colocado muito sobre eles.
Esteja preparado para que as pessoas se recusar a falar para fora antes de ter uma oportunidade de consultar com o seu grupo.
As promoções são fundadas pesadamente nas relações e experiência, não necessariamente no desempenho e realização. A tomada de decisão pode ser um processo lento, como muitas pessoas em toda a organização terá de ser consultado. No entanto, depois de consenso seja alcançada, a execução pode ser muito rápida. Mas esse é um processo que demanda muito tempo e para nós, mais imediatistas, pode se transformar em um verdadeiro martirio.

> Relacionamento interpessoal
O processo de construção relacionamento formal é ritualizada e provavelmente levam um certo tempo para se estabelecer. Evadir ou apressar o processo de construção de relacionamento provavelmente não irá funcionar, e pode ser contraproducente.
Embora as relações possam levar algum tempo para construir, uma vez estabelecida, a expectativa é que irá durar mais tempo mesmo a distância.
Esteja preparado em funções sociais ou de negócios para responder a perguntas que podem parecer muito pessoais. Seus anfitriões não estão a ser deliberadamente intrusivo, mas quer ter uma idéia melhor de como você é como pessoa.
Em uma situação empresarial, relações pessoais, de confiança e familiaridade, provavelmente, terão precedência sobre preço e talvez mesmo eficiência.
Normalmente dão um tratamento favorecido para os familiares e amigos o que a nossos olhos pode ser considerado “nepotismo”.

> Comunicação indireta
Linguagem corporal é tão importante como à mensagem verbal explícita na transmissão do significado e emoção que a acompanha.
O uso do silêncio na comunicação frequentemente indica respeitosa consideração para o que você disse. Não se sinta obrigado a falar apenas para preencher o silêncio.
Mostrar o que está a considerar cuidadosamente o assunto, quando um assunto é apresentado.

> Tempo
Aceite o fato de que as pessoas podem não sentir o mesmo sentimento de urgência, mas que compreendem a necessidade de prazos e horários.
Muitas vezes lutam por um equilíbrio na vida profissional e pessoal. Aqui é normal se trabalhar 12 horas por dia ou mais.
Eles podem não partilhar o mesmo sentimento de urgência ou ambição de concluir projetos empresariais, o abastecimento novos negócios, ou pessoais carreira.

Como última consideração, Cingapura escrita com “C” é segundo o português Brasileiro, já Singapura escrito com “S” e de acordo com português de Portugal, com a unificação da língua portuguesa qual deles estaria correto, resolvi escrever para a Academia Brasileira de Letras (ABL) eis ai a Pergunta e respectiva Resposta:

“ABL RESPONDE
Pergunta : Prezados Senhores Tenho uma duvida com relação a grafia da palavra que se refere ao pais que estou morando atualmente, afinal após a reforma ortográfica fica Singapura ou Cingapura? Pois Singapura com S e do português de Portugal, com C português Brasileiro.

Resposta : Admitem-se ambas as grafias: Cingapura e Singapura. ABL”

Sendo assim ambas continuam corretas, embora ainda ache que deveria ser escrito com S para padronizar com Inglês, Alemão, Francês, mas como ambas estão corretas uso as duas, mas para essa entrevista tentei me policiar e usar apenas com C, mas talvez algum S tenha escapado. O que importa mesmo é que ambas as formas ainda são consideradas corretas para a Lingua Portuguesa.

– Se pudesse descrever em uma palavra a experiência que esta vivendo nesse país, qual seria?
Singular!

– Você gostaria de recomendar algum web site ou blog relacionado a esse país?

http://mauoscar.wordpress.com – Nosso Blog

http://www.brazil.org.sg/cm – Site Embaixada Brasil em Cingapura

http://www.singaporeexpats.com – Site para Expats em Cingapura

http://www.visitsingapore.com – Site de Turismo Oficial do Governo

http://pt.wikipedia.org/wiki/Singapura – Informações sobre Cingapura no Wikipedia

http://superedge.blogspot.com/2007/04/qual-o-tamanho-de-cingapura.html – Tamanho de Cingapura Comparado a algumas cidades brasileiras

Anúncios

26 Respostas

  1. […] Sinal esta no ar a minha entrevista no Blog dos Expatriados Brasileiros no Exterior com varias impressoes e dicas sobre viver em Cingapura, vale a pena dar uma olhadinha, e deixar um […]

  2. Parabéns pela entrevista e obrigada pelos detalhes, principalmente os ligados a assuntos interculturais, pois me interesso muito por esse assunto.
    Um abraco da Mineirinha,
    Sandra

  3. Ola Sandra que bom que voce gostou da entrevista, acho que acabei ate escrevendo um pouco de mais, mas acho que assim posso ajudar um pouco quem talvez venha morar aqui um dia, assim como seu livro, ja tive oportunidade de visitar seu blog umas 2 vezes , muito legal

  4. Achei muito interessante a tua ampla e objetiva descrição de Singapura, muito informativa, agradável e útil para e minha possível oportunidade de visitá-la nos próximos meses. Parabéns, Ana Bon

    • Obrigado Ana Maria, fazia tempo que nao visitava a minha entrevista aqui, espero que voce tenha tido a oportunidade de visitar Cingapura se nao ainda que seja em 2010!!

      Abracao

  5. Nossa, realmente eu estava precisando saber maiores informações sobre este país, pois parece que devo me mudar pra lá em puoco tempo.
    Porém não esperava ter informações tão precisas em um só lugar.
    Nessa entrevista pude saber como é a cultura local, os costumes do povo, como eles se comportam, como é a política, como faço pra poder me adaptar bem o local, como faço pra me deslocar e até como faço pra poder chegar até Singapura!!!
    Realmente muito boa a sua capacidade de sintesar tantas informações em um só lugar.
    Assumo que para ter tantas informações como adquiri aqui , eu teria que passar por uns 5 sites diferentes.
    Espetacular…
    Muito obrigada!

  6. Parabéns pela entrevista Oscar. Ela é completa. Beijos.

  7. Muito boa entrevista! Nunca pensei em passar perto desse país, mas agora me interessei muito. Riquissimos detalhes, que poucas entrevistas abordam.
    Gostaria de saber se é um local bom para o turismo. Hospedagem, alimentação, diversão, locomoção e etc. (pelo que li a hospedagem e passagem saindo do Brasil, sairia caro).

  8. Olá Rafael, que bom que voce gostou da entrevista, eu tentei detalhar um pouco como é a vida naquele pontinho no Mapa Chamado Cingapura. Em Novembro do Ano passado mudamos para os EUA, mas no meu blog voce vai encontrar todos os Posts do tempo que morava lá.
    Aqui voce encontra o indice do Blog por Pais e os posts dentro de cada estao em ordem cronologica http://mauoscar.wordpress.com/indice/

    Bem Cingapura é um otimo lugar para turismo, para dizer a verdade se voce ainda nao conhece a Asia nao existe lugar melhor para começar do que por Cingapura, naoi é a toa que Cingapura é considerada como Asia for Begginers, a primeira vantagem desse lugar é o idioma, 100% da populaçao fala ingles, alem de ser extremamente moderna e ao mesmo tempo conservar suas tradiçoes por ter 4 grupos etnicos principais voce terá contato com pelo menos 4 diferentes culturas num só lugar.
    Infelizmente até agora nao existe nenhum voo direto do Brasil para Cingapura, esses tempos li que a Singapore Airlines estava planejando iniciar um voo do Brasil para Cingapura com escala em Barcelona, mas ate agora o projeto parece estar em Stand Bye. O jeito é usar alguma companhia Aérea da Europa (KLM, Lufthansa, Airfrance, BA) ou ir por Dubai com a Emirates, ou pela Turquia pela Turkish, ou ainda pela Africa do Sul, tem que pesquisar e infelizmente os preços sao quase como 2 passagens para Europa, mas mesmo assim vale a pena.
    Alem do mais estando em Cingapura voce consegue com facilidade viajar pela regiao e a preços bem acessiveis programando com antecedencia.
    Qto a diversao Cingapura tem um milhao de opcoes depende muito o que voce esta procurando, mas sinto saudades da regiao do Clark Quay, com varios restaurantes e barzinhos muito legal.
    o Transporte em Cingapura é um dos mais eficientes do mundo o metro é um espetaculo, alem do mais andar de taxi nao sendo nos horarios de pico e relativamente barato.
    Mas recomendo que voce de uma olhada no meu blog para conhecer um pouco mais.

    Abraço

  9. Tudo o que foi descrito aqui sobre Cingapura é verdade.
    Morei 2 meses neste país-cidade e realmente os serviços públicos são 100% melhores que no Brasil.
    O mesmo ocorre na Noruega, pois são países pequenos, fáceis de administrar !
    Foi bom mencionar o problema das drogas e do abastecimento de água potável.
    Estou procurando uma oportunidade para trabalhar em Cingapura e assim, poder conhecer melhor os pontos turísticos, pois na primeira vez, só trabalhei e trabalhei !
    Ótimo artigo !
    Marcelo.

  10. Obrigado Marcelo!!

    Cingapura está cada vez mais popular entre os Brasileiros!! E Felizmente somos muito bem recebidos lá!! Agora ja fazem quase 7 meses que fomos embora de lá e posso dizer que aquele lugar deixou muita saudades!!

  11. […] Brasileiro, Twitter trackback Há cerca de um ano atrás navegando pela Internet, cheguei ao Blog Entrevistando Expatriados, um Blog que reúne entrevistas com diversos brasileiros expatriados espalhados pelo mundo. Com um […]

  12. […] estão corretas, então tanto faz falar Cingapura ou Singapura. Aliás eu vi nesse site aqui que tem um ótimo post pra quem não sabia quase nada sobre essa […]

  13. Olá
    Inteligente demais a sua entrevista. Estamos procurando uma pessoa ligada a área ambiental para tentarmos viabilizar venda de camisetas ecológicas em Cingapura.
    Você usa msn?
    Tem interesse em trocar umas informações conosco?

  14. Oi , achei o blog de vocês e gostaria de me comunicar com vocês, eu e minha esposa estamos planejando passar alguns anos (não decidimos se uns 2 ou 3 anos ou se poderiamos migrar definitivamente) aí em Cingapura entretanto gostaria de ter alguns contatos antes e obvio algumas dicas de quem ja está morando aí.

    Eu sou formado em Ciencia da computação e trabalho como analista de sistemas sou pos graduado em Especialização em Governança em TI e estou terminando o MBA de gestão de projetos, minha esposa é formada em pedagogia e trabalha atualmente em educação infantil e coordenação de escola. Somos de Salvador, Ba.

    Nosso objetivo é trabalhar e estudar ambos. Eu tenho um nível de inglês avançado inclusive conversação, mas minha esposa não, seria outro objetivo um aprofundamento na linguagem e aprendizado para ela.

    Eu tenho dúvida em como ir na questão financeira se eu mando currículos pela internet ou vou sem ter nada em vistae aí agente vê oque acha, eu gostaria de ir com já tudo certo para trabalhar ou ter uma bolsa de mestrado que poderia nos dar suporte ate achar algum trabalho, não sei bem como funciona para ir, gostaria de ajuda de como ver trabalho estando aqui.

  15. Olá Thiago

    Até a última sexta-feira antes do Globo Reporter sobre Cingapura cerca de 95% ou mais das pessoas que se mudavam para Cingapura eram transferidas para lá através da empresa que já trabalham ou conseguiram um trabalho em alguma multinacional instalada por lá. Mudando para o país na condição de Expatriado.

    Cingapura é de fato um excelente lugar para se fazer uma especialização, procure saber mais sobre a INSEAD uma escola francesa de negócios que abriu um campus no país e é considerada a melhor escola de negócios do sudeste asiático.

    No quesito bolsas de estudo, eu particularemente nunca escutei falar de ninguem que tenha conseguido.. Sim Cingapura tem bolsas mas para estudantes de graduação e pós da ASEAN (Associação dos países do Sudeste Asiático).. Mas essa opção acho que será complicado..

    Existe uma modalidade de visto em que você aplica e pode entrar no país e pode ficar por até um ano para conseguir um emprego local, mas com o Real Valorizado da forma que está hoje e sem o pacote de benefícios que um expatriado recebe tem que se considerar se vale mesmo a pena uma mudança destas.

    Espero ter dado uma luz no fundo do tunel, não sei se este interesse por Cingapura em particular despertou depois do Globo Reporter, mas a forma como eles venderam o país mostrou apenas o lado glamuroso da coisa..

    Precisando alguma coisa estamos ai para tentar ajudar no que for possivel
    Abraço

    Oscar

  16. ola oscar tudo bem ?
    Gostei muito do seu blog a respeito de singapura pois ouvia boatos de que o país é organizado e com leis rigorosas. Eu queria lhe fazer duas perguntas ….
    Primeira: queria saber se neste país existe a igreja adventista do sétimo dia pois sou evangélico.
    Segundo: o fato de 70 % da população ser composta por orientais eles são xenófobos como japoneses e coreanos ou seja pra relacionamento eles preferem se relacionar entre eles com intuito de formarem uma familia e manter a tradição ou são abertos a qualquer individuo que queira este tipo de finalidade ? desde ja lhe agradeço um abraço !!!

  17. Luís.. Para responder sua primeira questão recomendo voce pesquisar no Google..
    Respondendo a sua segunda questão.. Não acho que isso seja uma questão de xenofobia, e sim uma questão de costumes.. Cingapura é composta por 4 grupos étnicos principais e são raros os casos de casais de diferentes grupos se casarem e terem filhos (Pelo menos que eu conheço e lembro).. Acredito que isso cada vez será mais comum, mas isso não tem absolutamente nada a ver com xenofobia. Pelo contrário somos muito bem tratados lá…

  18. Achei muito interessante a sua história. Tbém moro em outro páis. e gostaria muito de conhecer Cingapura.

  19. legal seu blog.. bem interessante.
    estou no japao tokyo com minha familia
    podemos ser amigos
    ….obrigado.Andre

  20. Gostaria de algumas dicas…Estou querendo morar em Cingapura, mas não tenho nenhum parente la, e nunca morei fora do Brasil, como vou sozinha, gostaria de saber como arrumar um emprego antes mesmo de sair daqui e talvez arrumar um lugar onde ficar. Lá os brasileiros são como no Japão? que só trabalham em fábricas? Ou posso arrumar emprego em alguma empresa? O fato de eu ter a pele morena clara pode fazer com que eu seja vitima de preconceito? Gostaria muito de saber..Obrigada !

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: