Casal de Brasileiros vivendo no Canada

Christian & Mirella - CanadaTudo começou quando Mirella & Christian “descobriram” que o Canadá tinha “portas abertas” para imigrantes… A princípio, o objetivo era morar no exterior por algum tempo, em busca de novos conhecimentos, aperfeiçoamento do inglês e vivência no exterior. Depois, eles adotaram o país como segunda casa e não pensam em retornar ao Brasil tão cedo, somente aproveitar novas oportunidades que esse mundo “tão pequeno” tem a oferecer…

– Nome
Mirella & Christian

– Onde nasceu e cresceu
Mirella: Nasci e cresci em São Carlos, SP.
Christian: Nasceu em Campinas, morou em São Paulo até os 8 anos e depois foi para São Carlos.

– Em que país e cidade você mora?
Moramos em Toronto (Canada) desde 2005. Antes disse morávamos em Ottawa (Capital Federal Canadense).
Christian & Mirella - Canada

– Você mora sozinho ou com sua família?
Por enquanto, somos só nós dois.

– Há quanto tempo você reside nesse local?
Estamos no Canada desde Agosto/2000

– Já residiu em outro(s) país(es) antes dessa experiência?
Não antes. Mas depois tivemos a oportunidade de temporariamente viver nos EUA, Holanda e Australia.

-Quando surgiu a idéia de residir no exterior?
Residir no exterior sempre foi uma idéia que nos rodeava… A princípio, como a maioria das pessoas, pensávamos nos EUA. Porém, com a dificuldade de se obter o visto de trabalho ou tranferência de emprego… começamos a buscar outras possibilidade.

Um amigo nos indicou o Canada, nem sabíamos direito o que acontecia por aqui, mas começamos a pesquisar sobre tudo: processo de imigração, custo de vida, qualidade de vida e coisas do tipo.
Naquela época, a internet ainda estava engantinhando no Brasil e as informações não eram tão fáceis de serem obtidas como hoje (nem existia google, nem tantos blogs… risos!).
Enfim… depois de pesquisarmos (quase) tudo, nos aplicamos para o processo de imigração Canadense em Janeiro de 2000, em Julho do mesmo ano obtivemos o visto e em Agosto embarcamos nessa viagem que estamos até hoje.
Recomendo como fonte de pesquisa: http://www.cic.gc.ca/english/immigrate/index.asp

– Foi difícil conseguir o visto de residência ou o visto de trabalho?
Como o Christian tinha todas as qualificações que o processo exigia, eu posso dizer que foi bem tranquilo conseguir o visto. Eu (Mirella) fui como dependente, porém, tive os mesmos benefícios que ele.

– Você tem seguro saúde? Foi difícil obtê-lo antes ou depois da sua chegada?
Para um recente imigrante na província de Ontario, a carência é de 3 meses do momento que você entrou no país. Depois desse 3 meses, o sistema de saúde é gratuito. Não existe a possibilidade de “Unimed(s)” (seguro de saúde privado).
Embora muitas pessoas reclamem do sistema de saúde, eu acredito que essa forma é justa, pois todas as pessoas possuem os mesmo benefícios, seja ele rico ou pobre. Na prática, devo confessar que gostaria de ter a opção de um sistema privado também.

– Você trabalha? Como a renda familiar é obtida?
Meu marido é consultor de um software chamado SAP na área de BI (Business Intelligence). Eu deixei essa mesma área em 2009 e desde então estou trabalhando como agente de intercâmbio da Mikix Intercâmbio, trazendo o pessoal para estudar inglês no Canadá. Nossa renda é obtida através do nosso trabalho.

– Se a resposta anterior foi sim, você mudou de área depois da saída do Brasil ou continua no mesmo setor?
O Christian continuou atuando na mesma área. Ele já trabalhava com sistema desde que se formou.

Ele demorou menos de 2 meses para conseguir seu primeiro emprego aqui no Canada, acho relevante dizer que foi contratado para fazer a mesma coisa que fazia no Brasil, ele nem subiu, nem desceu de nível. E desde então ele vem crescendo profissionalmente na área.
Eu mudei completamente de área. Trabalhava com Recursos Humanos no Brasil e aqui acabou surgindo a oportunidade de eu entrar na área de IT (Information Tecnology) em 2002. Mas como abrir meu próprio negócio foi sempre um sonho, resolvi tomar coragem e uni minhas paixões por educação (minha formação) e viagem. Desde Fev./2010 trabalho como agente de intercâmbio.

– Você fala a língua local? Você acredita que é importante aprender a língua local?
Sim, nós dois falamos a lingua local. O Christian já era fluente em inglês quando chegou no Canada e eu logo que coloquei os pés aqui, comecei a fazer cursos de inglês oferecido pelo governo gratuitamente (pequenas taxas são cobradas dos alunos por semestre, acredito que não passe de CND$20). Mais informações sobre esse programa de inglês gratuito para imigrantes : http://www.cic.gc.ca/english/resources/publications/welcome/wel-22e.asp
Apesar  do Canada ser um país bilingue (Inglês e Francês), nós só falamos inglês e estamos engatinhando no Frances.
Falar a lingua local é a chave para se integrar na nova sociedade, fazer amigos locais e de outras nacionalidades, encontrar bons empregos e se desvincilhar de “guetos”.

– O que você pensa sobre seu novo país e o local onde mora (e/ou onde morou)? Eles respeitam os Brasileiros e outros expatriados vivendo nesse país?
Nós admiramos muito o Canada.
Acreditamos que é um exemplo de sociedade para qualquer país do mundo. Toronto, cidade onde moramos, é a maior cidade do Canada com cerca de 2,6 milhões de habitantes. A grande Toronto (GTA), acredito que tenha em média 5 milhões de habitantes. Mesmo com esse volume de pessoas, tudo funciona perfeitamente bem, a taxa de crimilidade é mínima, educação é excelente (incluindo as gratuitas) e assim por diante. Nós nunca tivemos problemas com preconceito pelo fato de sermos brasileiros.
Os Canadenses são abertos a outras culturas. Na maioria das vezes, os Canadenses são fechados, porém muito educados. Temos amigos Canadenses que guardamos com muito carinho em nosso coração. Porém, devo confessar que a maioria dos nossos amigos são imigrantes (Brasileiros e de outras nacionalidades).

– Você tem filhos? Se sim, eles se adaptaram ao novo país? Estudam e têm amigos locais?
Não temos filhos.

– Sente saudades da família no Brasil?
Sim, claro. Acho que é impossível não sentir saudades dos familiares e amigos que deixamos no Brasil. Mas no momento, estamos felizes aqui. Acho que estamos aprendendo a lidar com a saudades de uma forma natural e sem grandes traumas.
O mais difícil é estar longe dos momentos especiais, tais como: casamentos, formaturas, aniversários e infelizmente, velórios.

– O que costuma fazer nas horas vagas, finais de semana e feriados? Quais as atividades recreacionais existentes?
Viajar é o que mais gostamos de fazer, sempre que surge uma oportunidade, fazemos viagens longas ou mesmo viagens de carro bate-e-volta. Tivemos a oportunidade de conhecer bastante coisa do Canada e também dos EUA.
Outras atividades que fazemos bastante é encontrinhos, jantares e churrascos com amigos. Nada melhor que ter o pessoal por perto. Aos poucos, os amigos que estamos fazendo no Canada, vão se tornando nossa segunda família.
Algo que você aprende nesse país, é aproveitar TODOS finais de semana com sol e clima agradável. Como nem todos são assim, a gente aprende a dar valor aos presentes da natureza.
Muitos brasileiros também gostam de esquiar no inverno. Esse não é nosso programa favorito, mas é importante saber aproveitar e curtir o inverno… ele é longo e ficar em casa fugindo do frio, nem sempre é a melhor solução!

– Você tem planos para o futuro? Pretende viver nesse país para sempre?
Planos para o futuro é o que não falta. Depois que se coloca o pé fora da sua zona de conforto, o mundo passa a ser pequeno… Com certeza pretendemos morar em outros lugares para aprender e vivenciar tudo o que esse mundo tem a oferecer.

– Você comprou ou alugou o local que reside? Quanto pagou ou paga por isso? Comprar imóveis é algo comum nesse país?

Compramos uma casa em uma cidade a oeste de Toronto chamada Oakville, gosto muito daqui e estamos voltando a nos adaptar a vida do suburbio… as vezes sinto falta de morar no centro de Toronto, pelas praticidades e pela não necessidade de carro o tempo todo.
Posso dizer que preço de imóveis em Toronto não é muito agradável, assim como qualquer outra metropole do mundo. Mas com a possibilidade de financiamento, isso torna o “sonho da casa própria” mais viável para a população.
Para se ter uma idéia de preço recomendo visitar: mls.ca

– Qual o custo de vida?
Diz a lenda (risos…), que é necessário CND$60 mil por ano para se viver bem no Canada. Dependendo do seu estilo de vida e o local (cidade) onde reside, isso pode ser bem apropriado. Eu diria que uma família de quatro pessoas precisaria de no mínimo 4000 dolares canadense liquidos por mês.
Porém, novamente… depende do estilo de vida, do local onde reside e das atividades que a família costuma fazer.

– Quais os pontos positivos e negativos de morar nesse país?
Positivos:
*** Qualidade de Vida e o senso de comunidade.
*** Governo não corrupto (ou 300% menos corrupto que o Brasileiro, você não se sente palhaço).
*** A possibilidade de ver seus filhos crescerem em uma sociedade justa. Onde mesmo estudando em escolas publicas, você consegue estudar nas melhores universidades canadeneses (e do mundo).

Negativos:
*** O clima… o inverno é algo que ainda não consegui me acostumar.
*** Transporte público em Toronto é bem ruim e escasso se comparado a outras metrópoles com o mesmo poder aquisitivo (Manhattan, Londres, Amsterdam, Munique etc)
*** Vale colocar o inverno duas vezes? (risos…).

– Você tem sugestões ou dicas para pessoas que pretendem viver nesse país?
Embora muitos venham te dizer que o Canada é um paraíso, não acredite nisso. Ilusão é a pior coisa que um imigrante pode trazer consigo.
Venha preparado para um país digno e que respeita seus cidadãos, um país que de dá oportunidade de crescer.
Porém, pesquise com carinho sobre sua profissão. Saiba que algumas profissões necessitam equivalência de diploma (engenheiro civil, advogado, médico, dentista etc), outras demandam mais tempo para encontrar emprego, outras não existem aqui no Canada.
Pequisar com antecedência é a chave de sucesso.

Você gostaria de recomendar algum web site ou blog relacionado à esse país?
Tem meu blog pessoal: http://www.mikix.com

Deixo também aqui um informativo que criei com a ajuda da Luly, explicando os primeiros passos para quem pretende imigrar para o Canada:
“Basicamente existem 2 processos de imigração para trabalhador qualificado: um chamado Processo Federal (as informações todas nesse site: http://www.cic.gc.ca/english/immigrate/skilled/index.asp ) e o Processo do Quebec (info aqui: http://www.immigration-quebec.gouv.qc.ca/en/index.asp )

A grosso modo, como diferença entre os dois processos, pode-se dizer que o processo do Quebec exige menor comprovação de fundos e vc tem que saber falar francês.
Lembre-se que no Federal, se você souber Inglês (prova IELTS) isso contará pontos.

Pra saber se vc será ou não inicialmente aprovado nos processos, vc tem que fazer um teste online.
Federal: http://www.cic.gc.ca/english/immigrate/skilled/assess/index.asp
Quebec: http://www.immigration-quebec.gouv.qc.ca/en/immigrate-settle/permanent-workers/epi.html

Pelo que li em Abril/2010 os aplicantes terão que submeter o teste de proficiencia da lingua no momento da aplicação e não mais posteriormente a primeira papelada (leia aqui)

Eu e o Christian fizemos o Federal de skilled worker e nos aplicamos em 2000, demorou apenas 6 meses para sermos aprovados. Hoje a realidade mudou e a média é de 1 ano ou mais de espera. Muito dos detalhes do processo eu não estou mais acompanhando, afinal de contas já estou aqui há quase 10 anos.

Tem também o blog do Gean, que já foi bastante orientado ao processo de imigração canadense e assuntos relacionados a esse tema, o blog esta bem mais devagar atualmente, mas procurando nos posts você vai encontrar dicas preciosas. O blog do Cesar também tem muitas dicas e eles esta passando pelo processo recentemente.

Tem uma parte do meu blog que conta um pouquinho sobre a gente (eu e meu marido) e as “aventuras” no Canada http://www.mikix.com/?page_id=674

Pesquise blogs de imigrantes e futuros imigrantes… tenho certeza que encontrará informações preciosas.

Para profissões aqui na provincia de Ontario, achei interessante esse website: http://www.ontarioimmigration.ca/English/how_work_prof.asp

É isso…

23 Respostas

  1. […] Gente, Hoje sou eu que estou lá no blog Entrevistando Expatriados… Clique aqui para ver minha […]

  2. Oi Mirella, sempre acompanho as entrevistas do Expatriado e seu blog. Adoro! Sugestoes de possiveis entrevistados, eu tenho alguns blogs que acompanho: Monica (Eu…@Big Apple), Adriana (DriEveryWhere), Melissa (Designando), Andrea (In other worlds), Patricia (Uma brasileira nas Arabias). Todos esses blogs sao bem legais e as autoras tb. Acho que teriam otimas historias e experiencias para contar. Até mais, Bjos. ps. caso vc nao tenha o endereço dos blogs, colocando no google, aparece logo, nao quis colocar o endereço, pq pode ser reconhecido como s.p.am.🙂 obs. Tentei comentar la no seu blog, mas nao aparece😦

  3. Mirella,

    Legal demais aprender ainda mais com sua experiência. Pela sua descricão, o Canadá tem mais ou menos o mesmo sistema da Holanda (depois que a gente experimenta, passa a entender o que quer mesmo dizer Primeiro Mundo), só que aqui o país é mais “portas fechadas”.
    A semelhanca que mais me chamou a atencão diz respeito a fazer amigos: “(… ) Porém, devo confessar que a maioria dos nossos amigos são imigrantes (Brasileiros e outras nacionalidades).” E acrescento : pouquíssimos.
    Mas acredito que o tempo também ajude a acomodar muita coisa.
    Vamos prosseguindo na luta !
    Boa sorte e parabéns pela entrevista !

    Susana

  4. Realmente faltava vcs!🙂
    Eu adoro ouvir a histórias de vcs, me dão força pra um dia eu embarcar nesta tbm🙂

    Bjão amiga!

  5. Concordo com a Vivi, só faltava vocês!!!
    Parabéns pela entrevista. SAP é? Eu trabalho com Oracle. Estamos com alguns projetos de instalação do Oracle. Somos concorrentes??!!🙂
    Casal MIKIX, beijos e sucesso aos dois!

  6. Mana só assim pra vcs quietarem o faxo… pra dar uma entrevista aqui hahahaha ou a mala tá pronta

  7. Mi,
    Parabens pela entrevista!!!
    Nao sabia q o Kiko era Campineiro tambem…
    Adoro a forma q vc escreve e coloca as informacoes…
    Sucesso pra vcs sempre…
    Milhoes de bijukas

  8. Puxa!!! Como é virar celebridade???
    Mas voces merecem!
    Foram boas batalhas para chegar ai não?
    Fala sério. Que gosto tem?
    Podem considerar essa entrevista uma
    conquista. Eu que entrei em vários arquivos seus
    sei o que significa.
    Só posso dar meus parabéns!!!
    Isso é só para os experientes, com certeza.
    Beijos

  9. Paula: Obrigada pela mensagem e as recomendações de outros expatriados… Vou entrar em contato com eles, aliás que alguns já foram convidados🙂

    Suzana: Pois é, ainda fico me indagando se é um problema nosso, ou dos canadenses essa falta de interação entre a gente… se bem, que encontrar um canadense da gema aqui é dificil (risos!)

    Vivi Oliveira: Um dia vc é que vai dar uma entrevista aqui, né?! eheheheh

    Naldy: Concorrentes??? ai ai ai… eheheh…

    Ciça: Por enquanto as malas estão desarrumadas eheheh… queremos ficar tranquilinhos, pelo menos por enquanto, aqui no Canada… vamos ver se a gente aguenta🙂

    Vivi Monteiro: Segundo o pai dele, o Kiko nasceu em Campinas, mas a primeira agua que tomou foi de Sao Paulo ehehhehe… acho que ficou com medo do Kiko mudar de lado ahahahaah…

    Livia: Você sempre na torcida, né?! Obrigada! bjs

    Obrigada pelos comentarios! Mirella

  10. Mirella, o clima eh a MAIOR vantagem do Canada, neve de vez em quando (e eh de vez em quando mesmo aqui em Mississauga), friozinho meio que metade do ano… quer delicia maior???

    Eu estou contando os dias para este verao eterno, quente e umido acabar, que venha o fall maravilhoso hehehe…

    By the way, legal sua entrevista, por incrivel que pareca nao conheco quase ninguem de Sao Paulo aqui… precisamos nos unir e invadir o Canada!

    Beijos!!!

  11. Ai Ive… você é sempre otimista em relaçnao ao inverno, parece o Kiko ehehehe…
    Com cetreza precisamos no encontrar, entamos enrolando muito para nosso encontrinho acontecer!!!!
    Bjs, Mirella

  12. MIRELA,
    a vida no exterior não é fácil e se colocamos obstáculos nas estaç~´oes, clima, etc, a coisa complica.
    Beijos e dias felizes

  13. que awesome tua entrevista mirella!.Estamos indo visitar Quebec este ano, pois é perto daqui de Minnesota(U.S.A)., e acho lindo o lado frances do canada,arquitetura.
    como e teu “engatinhando no frances?)risos..fiquei curiosa.Minha professora de frances que vive aqui em Minnesota é canadense/quebec .
    Deus abencoe,besitos.

  14. Oi Mirela,
    Parabéns pela entrevista e pela nova casa. Sugiro os blogs do Ar de Amor (www.ardeamor.com) e Indizível (http://leonardo.indizivel.com).
    Um beijo,
    Sandra

  15. Grace: Ei normalmente não coloco obstaculos na minha vida, na verdade, nem acho que a vida expatriada seja difícil… mas do frio eu reclamo eheheh….

    Catia; Vá para Quebec sim… a região é linda, precisando de mais dicas, entre em contato!!!!

    Sandrinha: vou entrar em contato com a Sol e o Leonardo… alias, mesmo estando aqui no canada, nnao conhecia o blog Indivizivel! Obrigada pelas dicas!

    Bjks,
    mirella

  16. não deve ser fácil começar do zero em um novo país e enfrentar uma nova cultura. tem que haver uma grande afinidade entre o casal. parabéns e sucesso.

  17. Oi Fenix, obrigada pelo comentário e com certeza você tem razão ao mencionar a afinidade que um casal deve ter.
    Inclusive, escrevi um post sobre isso no meu blog pessoal: http://www.mikix.com/?p=896
    Abs,
    Mirella

  18. oi Mirella

    Gostei muito de ler sobre a experiencia de vcs ai no canadá, principalmente porque tenho o interesse de ir morar ai, bem eu e meu namorando estamos pensando em ir embora do brasil, ter filhos e morar ai no canada, nos estamos fazendo curso de ingles, e os dois cursando faculdade, ate queria sua opinião, se é aconselhavel trancarmos nossa faculdade, ou terminar o curso primeiro?. como ele trabalha aqui na area portuária, pelo que soubemos seria melhor irmos p vancouver, por causa do porto, sera que estou certa?!…inclusive ele entende mais o ingles e fala mais do que eu, e eu fico um pouco preocupada pelo fato de n entender muito a lingua ainda, e me arriscar de sair do meu País… Gostaria de saber sua opinião..
    Tks..

  19. oi Mirella…

    eu estava vendo alguns sites e blogs….sobre imigração….pelo que vejo das fotos deve ser uma pais muito bom pra se viver…..gostaria de ver se vc pode me indicar uns sites de chat…..tipo aqui no Brasil temos terra…e uol….se vc puder me ajudar agradeço muito…..

  20. […] – Mirella [entrevista] [blog pessoal]: o que vejo aqui no Canada, mais especificamente na província de Ontário, é que […]

  21. Olá Mirella, td bem? parabéns pela tua história. Gostaria de saber o que faço p/ conseguir um emprego no Canadá,Toronto mesmo sendo farmacêutica, trabalharia em qualquer área mais simples pra conseguir depois levar minhas filhas p/ estudar aí. Você conseguiria um emprego p/ mim? fico grata se vc puder me ajudar. Sucesso p/ vc. Áurea.

  22. Deus lhe abençoe!!!.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: